quarta-feira, 13 de maio de 2015

Irã ameaça declarar guerra a quem atacar seu navio com ajuda humanitária para Iêmen

O vice-chefe do estado maior do Irã, general de brigada Massoud Jazayeri, afirmou que o Irã declarará guerra contra qualquer país que atacar o seu navio Iran Shahed com ajuda humanitária para Iêmen, informou a agência FARS.

O navio iraniano Iran Shahed segue para o porto iemenita de Hodeidah, com 2,5 mil toneladas de ajuda humanitária. O navio deixou o Irã na segunda-feira e deve chegar na costa do Iêmen durante o cessar-fogo de cinco dias, anunciado pelas partes do conflito na noite desta terça-feira.

“O ataque ao navio do Movimento da Meia-Lua Vermelha iraniano resultará em guerra na região. Este incêndio não poderá ser apagado nem controlado”, disse Jazayeri à TV iraniana Alalam News Network. 

O porta-voz da coalizão árabe, Akhmed Asiri, por sua vez, declarou que a coalizão não permitirá a passagem do navio iraniano para o Iêmen sem acordo e autorização prévios com a ONU.

Terça-feira de noite começou o cessar-fogo de cinco dias entre a Arábia Saudita, seus aliados e o Iêmen. O cessar fogo foi organizado para permitir o trabalho de organizações humanitárias no Iêmen, bem como a evacuação de civis das áreas mais violentas do conflito. Apesar disso, durante toda a terça-feira, as forças da coalizão atacaram com fogo de artilharia os subúrbios da capital iemenita. Segundo informação disponível, mais de 70 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridos.

 Fonte: Sputnik News

0 comentários:

Postar um comentário