domingo, 10 de maio de 2015

Índia tira de operação a maioria dosseus MBT's Arjun

A maioria dos MBT's de fabricação indiana Arjun Mark-1 da Índia foram retirados de serviço por causa de dificuldades técnicas e falta de componentes importados, disse um oficial do Exército indiano.

"Quase 75% dos 124 blindados do Exército foram retirados de serviço", acrescentou o funcionário.

O Exército indiano possui  124 MBT's Arjun Mark-1 desenvolvidos pelo DRDO e produzido pela indústria da Índia. Quase 55% dos componentes do blindado indiano são importados e as fontes para reposição destes componentes secaram, disse o funcionário.

O oficial do Exército não deu detalhes das dificuldades técnicas, mas disse que há mais de 90 questões.

"Os problemas no tanque Arjun estão confinados principalmente ao seu sistema de transmissão e o sistema de aquisição de alvo e mira térmica", acrescentou o funcionário.

"Há uma série de questões relacionadas com a funcionalidade devido aos componentes importados, que parecem estar atingindo a frota de MBT's  Arjun Mark-1 já há algum tempo. As dificuldades técnicas supostamente levarão boa da frota restante a condição inoperante, criando um vazio na força de blindados do Exército indiano ", disse Rahul Bhonsle, analista de defesa e general de brigada do exército indiano aposentado.

O exército indiano foi forçado a comprar os 124 Arjuns pela DRDO para que a fábrica Avadi permanecesse funcional, disse o funcionário. Ele acrescentou que o Arjun Mark-1 ainda não foi afastado pelo exército do combate porque não há substituto para o tanque de 62 Toneladas..

Enquanto isso o DRDO desenvolveu a versão de Mark-2, que recebeu marcas satisfatórias do exército indiano em ensaios de comparação com o russo T-90. O Mark-2 pesa menos de 50 toneladas e tem 93 melhorias em relação ao Mark-1, e inclui cerca de 60% de componentes nacionais, afirmou um funcionário do DRDO.

O Exército cancelou a compra de 118 Mark-2.

"Se a experiência adquirida com o Mark-1 for utilizado plenamente deve haver menos problemas técnicos com Mark-2 embora no momento o que os relatórios de ensaios não sugerem", disse Bhonsle.

O projeto nacional indiano do tanque Arjun começou em 1974, e foi originalmente destinado a substituir blindados russos T-54, que foram reformados, e mais de 1.600 T-72 russos ainda estão em serviço na Índia.

Fonte: GBN com agências de notícias

0 comentários:

Postar um comentário