quinta-feira, 7 de maio de 2015

Forças armadas das Filipinas quer um orçamento adicional para a defesa territorial

As Forças Armadas das Filipinas (AFP) na quinta-feira exortou os legisladores a conceder um orçamento maior para os militares para melhorar a capacidade de defesa territorial.

Durante a audiência no Senado, o general Catapang Jr. sugeriu que pelo menos 1 por cento do orçamento nacional deve ser alocado para a defesa nacional.


"O financiamento é crucial para o nosso programa de modernização ... Espero que os nossos senadores realmente venham nos apoiar neste esforço, porque nós não temos o luxo do tempo. Nossas ameaças já estão lá", disse Catapang no painel do Senado.

O Diretor-Geral do Conselho de Segurança Nacional Cesar Garcia observou que os militares devem mudar seu foco para a defesa territorial, dado que as disputas territoriais do país com a China são a maior preocupação de segurança nacional no momento.

Catapang disse que as Filipinas também está enfrentando guerras globais contra o terrorismo, aquecimento global, questões marítimas, o crime transnacional e, possivelmente, a proliferação de armas de destruição em massa.

De acordo com o chefe da AFP, as Forças Armadas só compra equipamentos recondicionados, uma vez que não podia se dar ao luxo de adquirir novos.

Em comparação com os seus vizinhos no Sudeste Asiático, as Filipinas possui um dos mais baixos orçamentos no financiamento da defesa nacional, acrescentou Garcia.

"Estamos muito aquém na região, tanto quanto na capacidade das Forças Armadas", acrescentou o Secretário de Defesa Nacional Voltaire Gazmin.

O senador Antonio Trillanes então tranquilizou o compromisso do Senado no apoio ao programa de modernização das forças armadas, em particular o da emissão de financiamento adicional.

Fonte: GBN com agências de notícias

0 comentários:

Postar um comentário