domingo, 21 de janeiro de 2018

Turquia lança ofensiva contra curdos em Afrin na Síria

A Turquia lançou uma ofensiva contra posições do PKK na cidade de Afrin, reduto do grupo curdo classificado como terrorista por Ancara. Após os preparativos realizados ao longo da semana, no último sábado (20) as tropas turcas iniciaram a ofensiva as 17hrs, o avanço por terra foi apoiado por aeronaves que decolaram de Incirlik para lançar uma onda de ataques contra posições do grupo curdo apoiado pelos EUA nas proximidades da fronteira Síria.

Os grupos terroristas do PKK e YPG, ocupam uma região estratégica entre a Síria e a Turquia, o que levou Ancara a determinar uma ofensiva na região síria após o anúncio do apoio militar dos EUA ao grupo, onde Washington se comprometeu em treinar as forças de oposição ao governo legítimo da Síria, o SDF e o YPG, sendo ligadas ao PYD e ao grupo terrorista curdo PKK. A operação "Olive Branch" envolve o desdobramento de tropas apoiadas pela artilharia que lança bombardeios as posições terroristas, somado a artilharia caças F-16 lançam ataques contra posições curdas.

Em pouco tempo as tropas turcas tem avançado sem oposição no território sírio, recebendo apoio do Exército Livre da Síria (FSA). Na Base Aérea de Incirlik, uma intensa movimentação de aeronaves de carga tem sido registrado, com várias aeronaves F-16 em alerta.

Os EUA reagiram á ação turca, com a porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, pedindo a Turquia que não prossiga na ofensiva contra Afrin.  O secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson assegurou que os EUA não tinham intenção de construir uma força de fronteira, dizendo que a questão foi mal interpretada por Ancara.

A ofensiva que esta em andamento esta amparada legalmente no Direito Internacional, onde a Turquia lança mão sobre o direito de autodefesa  respeito à integridade territorial da Síria, em acordo com disposto na Carta das Nações e decisões do Conselho de Segurança da ONU.

Até agora, os ataque lançados pela ofensiva "Olive Branch" atingiram 153 alvos, que foram usados ​​como refúgios, esconderijos e depósitos de munição pelas organizações terroristas PKK / KCK / PYD-YPG e Estado Islâmico, segundo informações do Estado-Maior turco em um comunicado a imprensa.

Três foguetes foram disparados pelos curdos contra o território turco, o atque atingiu o distrito de Reyhanli, na província do sul de Hatay, não foram registradas vítimas fatais. O ataque corrobora para decisão turca de lançar a ofensiva contra os terroristas curdos, os quais se encontram em posição estratégica favorável para lançar ataques aos territórios da Turquia.
As montanhas turcas e iraquianas precisam ser liberadas de terroristas, afirmou o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, neste domingo (21).
Mevlut Cavusoglu
Falando em uma entrevista coletiva com seu homólogo iraquiano, Ibrahim al-Jaafari, na capital de Bagdá, Cavusoglu disse que é importante que o Iraque atinja o grupo terrorista EI.
"Mas é igualmente importante eliminar todos os grupos terroristas do Iraque", afirmou.
"EI, PKK, YPG, KCK, PJAK são todos grupos terroristas diferentes, mas com a mesma ideologia. Eles querem dividir o Iraque, a Síria, a Turquia e o Irã".
Cavusoglu disse que como a operação "Olive Branch"  em curso, a Turquia eliminará terroristas na cidade de Afrin na Síria, "também precisam ser neutralizados nas montanhas iraquianas e turcas".
O ministro das Relações Exteriores disse que a Turquia dará ao Iraque "todo o apoio necessário" para eliminar os redutos do PYD / PKK.
Afrin tem sido um grande reduto do PYD / PKK desde julho de 2012, quando o regime de Assad na Síria deixou a cidade nas mãos do grupo terrorista sem lutar.
As cidades turcas de Kilis e Hatay, próximas da fronteira com a Síria, estão dentro do alcance do grupo PYD / PKK em Afrin, que fica no topo de uma colina. O grupo terrorista também usou montanhas de Amanos para penetrar na Turquia.

GBN News - A informação começa aqui
com agências turcas e árabes
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger