segunda-feira, 20 de novembro de 2017

As imagens que mostram o programa secreto da Coreia do Norte 'para submarinos com mísseis'

A Coreia do Norte segue um "agressivo cronograma para construir e implantar seu primeiro submarino operacional de mísseis balísticos", de acordo com análises de novas imagens de satélite feitas pelo site especializado 38 North.
As imagens, divulgadas com legendas (em inglês), representam um forte alerta de que, além de desenvolver mísseis balísticos de alcance intercontinental - lançados a partir de terra -, a Coreia do Norte segue mantendo um programa para lançar um míssil de longo alcance a partir de um submarino.
O país já possui um protótipo de submarino e uma plataforma de lançamento submersível, da qual realizou uma série de testes. Mas as novas imagens mostram que há um trabalho significativo em andamento no estaleiro Sinpo, na costa leste do país, para expandir suas instalações. E há sinais de que outro porta-mísseis submarino pode estar em desenvolvimento.
Dois grandes objetos circulares, que podem ser partes do casco de pressão do submarino, aparecem nas imagens.
O tamanho estimado sugere que os objetos poderiam ser usados na construção de uma nova embarcação para suceder o protótipo do submarino classe SINPO.
As imagens de satélite também mostram um movimento contínuo, ao longo de 2017, de peças e componentes dentro e fora da área dos grandes salões da construção do estaleiro. Os pórticos e os guindastes de torre têm se movimentado regularmente, sugerindo "um programa de construção de navios prolongado e ativo", de acordo com o 38 North.
Movimentação em área de estaleiro, também mostrada pelo satélite, é um dos pontos que levantam suspeitas sobre intenções da Coreia do NorteDireito de imagemDIGITALGLOBE
Image captionAcima, plataforma de teste que parece querer replicar condições de lançamento de míssil por casco de submarino
Também foi possível notar o avanço de trabalhos em uma outra plataforma de testes de mísseis - aparentemente feita para replicar o disparo de mísseis do casco de um submarino.
Mas é difícil avaliar, apenas a partir dessas imagens, o quanto o programa de mísseis submarinos da Coreia do Norte progrediu. Mas Mark Fitzpatrick, veterano especialista em controle de armas do Instituto Internacional de Estudos Estratégicos, disse à BBC que a tecnologia de mísseis lançados por submarinos daria à Coreia do Norte uma opção de resposta no caso de suas plataformas em terra serem destruídas em um ataque contra suas armas nucleares.
Fitzpatrick também observou que "até o momento, a Coreia do Norte surpreendeu os analistas e superou as expectativas em termos do ritmo do desenvolvimento de mísseis".
Disparar um míssil de um submarino submerso, no entanto, traz vários desafios. E, até agora, a Coreia do Norte só usou a balsa de testes submersível e seu programa de mísseis marítimos continua longe de ser operacional.
O programa, no entanto, mostra a ambição da Coreia do Norte nessa área e é outra indicação de que ela não pretende desistir, pelo menos não agora, de seu arsenal nuclear.

Fonte: BBC Brasil

0 comentários:

Postar um comentário