segunda-feira, 20 de novembro de 2017

A Marinha argentina detecta ruídos que podem ser do ARA "San Juan"

A marinha argentina nesta segunda-feira (20) identificou o que poderia ser ruídos do submarino desaparecido ARA "San Juan".
Os sistemas de sonar de dois navios detectaram ruídos que soam como ferramentas sendo golpeadas contra o casco de um submarino, de acordo com um oficial sênior da Marinha dos EUA familiarizado com a assistência da Marinha na busca do submarino.
O funcionário disse que as tripulações de submarinos em perigo batem no casco do submarino para alertar navios que passam na sua localização.
A marinha argentina foi capaz de corrigir a localização áspera dos sons e agora está concentrando sua busca em uma área de 35 milhas quadradas-milhas, a aproximadamente 330 milhas da costa da Argentina, disse o funcionário.

Uma aeronave P-8A Poseidon da Marinha dos EUA, também conhecida como caçador de submarinos, agora está ajudando na área de buscas. O funcionário disse que as águas do Oceano Atlântico onde os sons se originaram são extremamente profundas. O funcionário sublinhou que os esforços de busca até agora ainda não encontraram o submarino.


Os militares argentinos têm trabalhado com uma empresa especializada em comunicação por satélites dos EUA para determinar a localização do submarino.


O submarino ARA "San Juan" e sua tripulação de 44 pessoas, viajavam de uma base no arquipélago da Terra do Fogo, no sul do país, para seu porto de origem em Mar del Plata. O submarino estava programado para chegar no domingo (19).
Foi feito o último contato na quarta-feira (15) no Golfo de San Jorge, a poucas centenas de quilômetros da costa da região sul da Argentina e quase a meio caminho entre as duas bases. A costa da Patagônia do sul da Argentina é notória por fortes tempestades.

Fonte: CNN
Tradução e adaptação: Angelo Nicolaci - GBN News
via grupo Forças de Defesa - whatsapp

0 comentários:

Postar um comentário