terça-feira, 23 de maio de 2017

Peru quer ajuda russa para modernizar tanques soviéticos

As autoridades no Peru pretendem modernizar os tanques T- 55 adquiridos pelo país na época da União Soviética, informou a agência de notícias Interfax.
O anúncio foi feito pelo vice-diretor do Serviço Federal de Cooperação Técnico-Militar da Rússia, Anatôli Puntchuk, que liderou a delegação russa no Salão Internacional de Tecnologia para Defesa e Prevenção de Desastres Naturais (Sitdef), realizado entre 18 e 21 de maio em Lima.
“As Forças Armadas do Peru têm um número significativo de tanques T-55 e estão interessadas em modernizá-las com a participação de especialistas russos”, declarou Puntchuk, após o término da feira.
Embora não tenha especificado como e quando esse projeto terá início, ele acrescentou que a modernização dos antigos não exclui o possível fornecimento de novos modelos T-90S ao país latino-americano.
Ainda segundo o chefe da delegação, a Sitdef -2017 mostrou que Lima está disposta a desenvolver a cooperação técnico-militar com a Rússia.
“Os parceiros peruanos querem continuar o diálogo estratégico sobre questões de cooperação técnico-militar. As negociações em Lima nos permitem declarar que o governo do Peru está interessado em desenvolver o diálogo e que a técnica militar russa é bem conhecida e apreciada", completou Puntchuk.
Os tanques T- 55, chamados inicialmente de T-54, começaram a ser construídos no final da Segunda Guerra Mundial. Em 1947, os veículos foram entregues às Forças Armadas soviéticas e, no ano seguinte, foi lançada uma versão modernizada, o T-55.

Fonte: Gazeta Russa

0 comentários:

Postar um comentário