terça-feira, 16 de maio de 2017

Barões da mídia começam ataque a imagem de Bolsonaro

Nos últimos dias várias mídias de grande porte vem publicando em seus jornais matérias e "notícias" tentando manchar a imagem do presidenciável Jair Bolsonaro. Sendo um dos poucos políticos no Brasil que não tem qualquer envolvimento com esquemas de corrupção e desvio verbas, porém, contraria os interesses de uma pequena "elite" que mantém há décadas uma forte influência na vida política de nossa nação. 

Recentemente foi publicado até um suposto documento sigiloso, o qual atenta contra a imagem do deputado federal, alegando um suposto inquérito militar onde ele é apontado como indisciplinado dentre outras acusações. Algo que já se esperava, uma vez que Bolsonaro agora desponta nas pesquisas para as eleições presidenciais que ocorrerão em 2018, superando as intenções de voto em candidatos tidos como favoritos e apoiados pela "elite" que rege os desmandos políticos no Brasil.

Jair Bolsonaro é militar da reserva e um deputado federal. Está em sua sétima legislatura na Câmara dos Deputados do Brasil, eleito pelo Partido Progressista. Foi o deputado mais votado do estado do Rio de Janeiro nas eleições gerais de 2014.

Bolsonaro também foi titular da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional e da de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, além de ter sido suplente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados.

Jair Bolsonaro é conhecido por suas posições em defesa da família e do Estado Brasileiro. Suas bandeiras políticas são fortemente combatidas pelos partidos com posições adversas às suas.

Nas últimas eleições, em 2014, Jair Bolsonaro obteve cerca 464.565 votos sendo reeleito pelo Rio de Janeiro, como o mais votado do Estado. Em seu atual mandato, se destaca na luta pela proibição do chamado “Kit Gay” ( cartilhas destinadas às escolas do ensino fundamental) com forte viés de apologia ao homossexualismo e pela redução da maioridade penal.  Em seu mandato anterior, se destacou na luta pela aprovação da PEC300 a qual estabelece que a remuneração dos Policiais Militares dos estados não poderá ser inferior à da Polícia Militar do Distrito Federal, aplicando-se também aos integrantes do Corpo de Bombeiros Militar e aos inativos, e contra uma possível volta da CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentações Financeiras).

Conheça alguns projetos de lei do polêmico deputado:
1. PL-7104/2014 e PL-7105/2014: Acresce inciso ao art. 23, do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940, que institui o Código Penal, para não caracterizar como crime atos de defesa no interior de domicílio contra pessoa não autorizada a entrar e Modifica as redações do parágrafo único do art. 23 e do art. 25, do Decreto-Lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940, que institui o Código Penal, para não caracterizar como crime atos de legítima defesa própria e de terceiros.
2. PL-7473/2014: Altera a redação do inciso XIV, do artigo 6º, da Lei nº 7.713, de 22 de novembro de 1998, que altera a legislação do imposto de renda e dá outras providências, para incluir os portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica – DPOC – enfisema pulmonar, no rol de isentos de tributação.
3. PL-8176/2014: Acresce inciso ao § 2º do art. 121, do Decreto-Lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940, que institui o Código Penal, e altera o inciso I do art. 1º da Lei nº 8.072, de 25 de julho de 1990, tornando hediondos os crimes cometidos contra as vidas de servidores da segurança pública e seus familiares.
4. PL-5398/2014: Aumenta a pena para os crimes de estupro e estupro de vulnerável, exige que o condenado por esses crimes conclua tratamento químico voluntário para inibição do desejo sexual como requisito para obtenção de livramento condicional e progressão de regime.
5. PL-5490/2014: Inclui parágrafo no art. 59 do Decreto-lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal) para aplicação de pena no caso em que o crime cometido com concursos de pessoas tenha participação de menor.
6. PL-367/2011: Suspende o direito de dirigir do infrator que atingir quarenta pontos na Carteira Nacional de Habilitação, durante o período de doze meses.
7. PL-5481/2009: Altera o inciso XIV da Lei nº 7.713, de 22 de dezembro de 1988, com a redação dada pela Lei nº 11.052, de 29 de dezembro de 2004, para incluir entre os rendimentos isentos do imposto de renda os proventos percebidos pelos portadores de Lúpus Eritematoso Sistêmico.
8. PL-106/2007: Inclui como crime hediondo o roubo de veículos automotores.
9. PEC-5107/2007: Concede imunidade tributária à produção e comercialização de programas de computador.
Foi capitão do Exército (1979-1981). Chegou a ser preso por ter liderado manifestação por melhor remuneração, o Superior Tribunal Militar o absolveu dois anos depois. É pai do deputado estadual Flávio Nantes Bolsonaro (PP-RJ) e do vereador Carlos Bolsonaro (PP-RJ). Foi deputado federal nas sete legislaturas anteriores: pelo PDC (1991-1995), pelo PPR (1995-1999), pelo PPB (1999-2003/ 2003-2007) e pelo PP (2007-2011). Também foi vereador do Rio de Janeiro pelo PDC (1989-1991).
Deixando de lado minha posição de jornalista e falando como brasileiro que esta cansado de tanta corrupção e esquemas sórdidos de poder que regem meu país, vejo que é chegada a hora de nós como brasileiros deixarmos de ser teleguiados pelas mídias e pesquisas de opinião e passemos a desenvolver uma opinião própria, embasado em pesquisas sérias, leitura de fontes diversas e cruzando informações de diversos meios, precisamos nos politizar e nos desviar dessa velha máxima do marketing pré-eleição que visa desmoralizar determinados candidatos e apontar "salvadores" da pátria, os quais sempre tem nos decepcionado, vide a história política nacional desde a reabertura política e o fim do regime militar.

Eu pessoalmente tenho meu ponto de vista, e politicamente estou analisando opções que sejam de fora do atual pântano político que nos governa, vejo que precisamos apostar em novos nomes, em pessoas que até agora não se envolveram em escândalos de corrupção e improbidade administrativa. É hora de apostar na renovação, em todas as instancias de poder público, tirar de lá os velhos "coronéis" que tem tratado nosso povo como ingênuos, que tem nos feito de verdadeiros palhaços e manipulado toda nossa nação através de um esquema sujo e vil de manipulação da informação e que nos trata como um rebanho de ovelhas indefesas pastoreadas por lobos que só querem "mamar" nas tetas de nosso estado, lembrando que quem sustenta toda essa corja imunda somos nós, e principalmente lembrando que quem os colocou lá fomos nós!

Ainda deixando de lado minha isenção de opinião política, venho através desta deixar claro que temos de buscar renovação, seja através de Jair Bolsonaro ou de outro candidato que apresente idoneidade suficiente para comandar nossa nação.

Os devaneios políticos e falta de educação política de nosso povo é algo que esta engasgado e não dá mais para ficar sufocando ao assistir nosso país afundando no lodo enquanto a maioria esta preocupada com bolsa isso ou aquilo, com favores de uns verdadeiros criminosos. Tirem os antolhos e vejam quem são os lobos e quem são o cães pastores... Esta nas nossas mãos mudar esse país, esta nas suas mãos leitor, ou prefere ficar sentado no sofá resmungando pela nossa economia e condições de vida cada vez piores?


Angelo Nicolaci
Editor GBN News


0 comentários:

Postar um comentário