terça-feira, 4 de outubro de 2016

HSV-2 Swift - Afundado após ataque no Iêmen? Conheça um pouco sobre esse navio com o GBN

No último domingo (2), enquanto no Brasil estávamos enfrentando as eleições municipais, chegavam notícias do outro lado do mundo, no Iêmen, nação árabe que enfrenta um longo e sangrento conflito, que foi lançado com sucesso um ataque de mísseis contra uma unidade da Marinha do EAU, o HSV-2 Swift (High Speed Vessel) que segundo relatos de fontes iemenitas foi á pique após ter sido atingido por um míssil anti-navio lançado por forças iemenitas que apoiam os rebeldes Houthis. 

Especula-se até o momento que o sistema utilizado deva ser de origem chinesa, talvez o C-802, porém, algumas fontes dão informações que o míssil usado é de origem iraniana, sendo uma versão iraniana do míssil chinês.

Autoridades negam que o HSV-2 tenha sido afundado, tendo relatado apenas que o mesmo sofreu grandes danos e esta sendo conduzido para um estaleiro onde passará por reparos na Eritreia.

O HSV-2 é um navio que possui casco de alumínio, sendo um catamarâ comercial com melhorias voltadas ao emprego em operações militares, com adoção de um convés de vôo para operação de helicópteros, capacidade de lançamento e recuperação de veículos não tripulados, rampa para embarque de material e tropas na popa, lanchas rápidas para desembarque de tropas e materiais e um conjunto de comunicações avançado. Possuindo a capacidade de navegar em águas rasas devido ao seu pequeno "calado".

O HSV-2 Swift apresenta um design novo, modular, o que permite a ele retornar rapidamente á operação sem a necessidade de períodos longos de manutenção em um estaleiro. Enquanto olhando a partir da proa pareça um trimarã , o casco central não toca a água e não é usado para garantir sua flutuabilidade. 

Como foi projetado visando ser um navio voltado ás missões de logística, o navio não possui compartimentos estanques ou sistemas de armas, algo que se mostrou seu calcanhar de Áquiles no último dia 1 de outubro. Sua propulsão emprega o sistema de jatos de água direcionais, abrindo mão do convencional sistema de hélices, algo que lhe confere maior velocidade e capacidade de manobra, garantindo um menor peso, levando em consideração que tal sistema não necessita de leme, o que reduz consideravelmente a não só o peso, mas também simplifica o projeto.

A sigla HSV vem do inglês High Speed Vessel(Embarcação de alta velocidade), apesar de ser voltada para o emprego militar, a embarcação era privada e fretada á forças navais, como foi o caso de seu último operador o EAU. 

O navio foi construído pelo estaleiro australiano Incat em Hobart , Tasmânia , e foi fretado para a Marinha dos EUA. Ele foi o segundo catamarã da classe a ser empregado pela US Navy para testar novas tecnologias e conceitos. O valor do contrato anual foi de 21,7 milhões de dólares.

O primeiro navio desta classe a ser usado pela US navy, o HSV-1 Joint Venture, provou a sua coragem durante a invasão do Iraque em 2003, servindo como uma plataforma de armazenamento temporário para as equipes SEALs enviadas para operar partir das águas rasas de Umm Qasr, no Iraque. 
A US Navy utilizou muito do que foi aprendido com a operação dos HSV-2 Swift e seu antecessor HSV-1 Joint Venture, para criar sua nova classe de LCS.

Após servir á US Navy, o HSV-2 foi disponibilizado para arrendamento por outra marinha, tendo sido logo fechado um contrato com o EAU em julho de 2015. Os rebeldes Houthis afirmam ter afundado o HSV-2 Swift na costa iemenita no estreito de Bab-el-Mandeb no último dia 01 de outubro,porém, como relatado no principio deste artigo, fontes militares dos EAU informaram que o HSV-2 Swift tinha se envolvido em um "incidente" e que não houve vítimas, mas não informou o grau dos danos sofridos pelo navio. Segundo nota oficial dos EAU, o HSV-2 estava transportando ajuda humanitária quando foi atacado.

Segundo informe de militares da Arábia Saudita, suas forças resgataram os tripulantes do HSV-2, mas uma informação tem sido confusa, o destino original do HSV-2 levanta dúvidas, segundo informações oficiais, estava caminho de Aden,porém fontes dão o porto de Mokha como seu destino até o momento em que foi atacado. Resta agora esperar por mais notícias que confirmem realmente o afundamento do HSV-2.

Resultado de imagem para hsv-1 joint venture cut
Características gerais
Deslocamento:
  • 1.668 toneladas
Comprimento:98,0 metros
Largura:27,0 metros
Calado:3,40 metros
Propulsão:2 motores diesel Caterpillar 3618
Velocidade:
  • 45 nós (83 km/h) máxima

Alcance:6.500 km
Capacidade:
  • 615 toneladas

Capacidade :17 fuzileiros embarcados + 100 soldados totalmente equipados
Tripulação :
35 Homens
Armamento:4 metralhadoras  M2 .50 em pedestais para defesa.

GBN seu canal de informações e notícias

0 comentários:

Postar um comentário