quinta-feira, 27 de outubro de 2016

EE-9U - Nova vida para a "Cascavel" brasileira

Após longos anos de bons serviços prestados não só no Exército Brasileiro, mas com diversas forças ao redor do mundo, onde muitas vezes entrou em combate real, o Engesa EE-9 "Cascavel", finalmente vai passar por um extenso programa de atualizações que lhe garantirá um aumento em sua vida operacional nas filas do Exército Brasileiro. Com novas capacidades o EE-9 passará a ser nomeado EE-9U.

Vamos aproveitar e apresentar um pouco sobre esta viatura, que teve como inspiração a histórica viatura norte americana M-8 Greyhound. Viatura esta que se encontrava em estado de obsolescência por volta dos anos 60, também pudera, a viatura havia sido projetada dentro dos parâmetros operacionais previstos para a 2ª Guerra Mundial. Então, o Exército Brasileiro possuía em suas mãos a necessidade de adquirir uma nova viatura para sanar a lacuna tecnológica existente, abrindo espaço para se buscar uma solução inovadora para este GAP.

A ENGESA Engenheiros Especializados S/A, nesse período começou a trabalhar com a adaptação de caminhões civis de fabricação nacional para utilização militar, com chassis de tração 4×4 e 6×6 para emprego em qualquer terreno.





Na década de 70 teve inicio finalmente o plano de aquisições de equipamentos nacionais, importante mudança que beneficiou em muito os projetos da Engesa, onde o EE-9 "Cascavel" e o VBTP EE-11 "Urutu" deixaram de ser protótipos para assumir a linha de frente das Forças Armadas Brasileiras e posteriormente se tornando viaturas de grande sucesso no mercado exterior.

O EE-9 "Cascavel" vem há décadas prestando excelentes serviços no Brasil e no exterior, porém, o peso da idade do projeto começou a representar um redução significativa nas capacidades da viatura frente ao novos desafios que surgiram no campo de batalha moderno, ainda mais se considerarmos que a mesma até o presente momento não passou por um processo de modernização que sana-se algumas de suas deficiências adquiridas ao longo dos anos com o avanço tecnológico que as viaturas blindadas receberam ao redor do mundo, deixando a "cobra brasileira com veneno menos letal". 


Através da parceria entre o Exército Brasileiro e a empresa Equitron, foi estabelecido um programa de modernização visando tornar o EE-9 "Cascavel" uma viatura capaz combater eficazmente na arena de combate moderna.


Em 2014, foi dado inicio no programa de modernização da plataforma do "Cascavel", que teve sua motorização original Detroit Diesel 6V-53N de 212HP substituída por um moderno motor eletrônico Rolls-Royce Power Systems MTU 6R926 com 320 HP, recebendo em seu conjunto mecânico uma nova caixa de transmissão automática ZF Friedrichshafen 6HP504C, teve o sistema de freios modernizado, algo que era um dos problemas crônicos na viatura inicial, passando a contar com freios a disco, o sistema de suspensão também recebeu atenção e sofreu modificações, a plataforma ainda teve seu sistema elétrico redimensionado com um novo chicote e alternador afim de suprir as novas necessidades elétricas da viatura modernizada e um sistema de ar-condicionado em seu habitáculo. 

Nos anos posterior foi iniciada a segunda fase, que busca garantir melhorias em seu sistema de armas e sensores, onde teve sua torre redesenhada, passando a contar com acionamento eletro-hidráulico em azimute e elevação da torre, além da instalação de tubos para lançamento de mísseis. Dentre os novos sensores podemos citar alguns: o sensor multiespectral de observação da Opto Eletrônica que opera com câmeras utilizáveis de dia e à noite, iluminador a laser para o disparo de mísseis, sistema de percepção da situação equipado com quatro câmeras compactas da Orlaco Products e o sistema de comunicação conta com o Harris Falcon III, intercomunicador digital Thales SOTAS. Seu armamento de tubo continua a ser um canhão de 90mm, complementado por metralhadoras 7,62mm e lançadores de granadas e fumígenos.

O Arsenal de Guerra de São Paulo (AGSP) realizou no último dia 20 de outubro, no Campo de Instrução do 2º Grupo de Artilharia de Campanha Leve, localizado em Itu (SP), o tiro técnico da Viatura Blindada de Reconhecimento (VBR) Cascavel MX8, sendo mais uma importante fase no programa de modernização das viaturas EE-9 do Exército Brasileiro.


GBN seu canal de informações e notícias

1 comentários:

Parabéns ao Exército Brasileiro.

Postar um comentário