sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Estado Islâmico usa "dezenas de milhares" como escudos humanos em Mosul, diz ONU

Forças do Estado Islâmico no Iraque capturaram "dezenas de milhares" de homens, mulheres e crianças de áreas próximas a Mosul e estão usando essas pessoas como escudos humanos na cidade, à medida que tropas do governo do Iraque avançam, informou nesta sexta-feira (28) o escritório de direitos humanos da Organização das Nações Unidas.
Militantes do grupo extremista sunita mataram ao menos 232 pessoas na quarta-feira (26), incluindo 190 ex-membros das forças de segurança do Iraque e 40 civis que se recusaram a obedecer ordens, disse a porta-voz de direitos humanos da ONU Ravina Shamdasani durante entrevista coletiva.

"Muitos deles que se recusaram a obedecer foram mortos a tiros", disse, citando relatos corroborados pela ONU que estavam "longe de serem completos, mas indicativos das violações".

Fonte: Reuters

Nota do GBN: Como lidar com este problema ao realizar um ataque contra o EI? Lamentavelmente, uma operação militar terá infelizmente baixas civis, como ocorre na Síria, pois é uma decisão difícil, porém que deve ser tomada.

0 comentários:

Postar um comentário