domingo, 31 de dezembro de 2017

Gen.Ex Villas Bôas preocupado com uso constante das Forças Armadas como polícia

Comandante do Exército Brasileiro, Gen Ex Eduardo Villas Bôas, demonstrou sua preocupação com o excessivo uso das forças militares em operações GLO (Garantia da Lei e Ordem), onde a instituição militar tem repetidas vezes realizado o papel que cabe aos estados através de suas secretárias de segurança pública e forças policiais.

"Preocupa-me o constante emprego do Exército em “intervenções” (GLO) nos Estados. Só no RN, as Forças Armadas já foram usadas 3 vezes, em 18 meses. A segurança pública precisa ser tratada pelos Estados com prioridade “Zero”. Os números da violência corroboram as minhas palavras", escreveu o general no Twitter.

A manifestação do Gen.Ex Villas Bôas não é a primeira, e tem todo motivo para levantar preocupações, pois as forças armadas não são e não podem se manter atuando como forças policiais e "pacificadoras", remediando problemas crônicos de segurança criados pela ingerência e falta de atuação dos governos estaduais, os quais constantemente tem relegado á segundo plano as questões inerentes ao combate a criminalidade nos estados. 

Neste ano que de 2017 os índices de violência atingiram números alarmantes, o que só corrobora mais uma vez para necessidade de uma intensa e profunda reforma administrativa dentro dos estados brasileiros, em especial, uma recapacitação das forças policiais, dotando-as de novos meios e aumento do contingente, além da adoção de novas leis mais severas na punição dos criminosos. Outro ponto preocupante, diz respeito a má administração dos cofres públicos, o que tem levado o estado como um todo á um preocupante estado de penúria, onde falam recursos para todos os setores primordiais a população, passando pela falta de recursos em saúde, educação e principalmente em segurança pública.

No Rio de Janeiro é claro o descaso, basta observar a condição em que se encontram as viaturas policiais e o estado do arsenal que equipa a força policial que vive literalmente dentro de um cenário de guerra. Só este ano 134 policiais foram assassinados no Rio de Janeiro, onde impera a inércia do estado em responder a altura.

Conforme já publicamos aqui no GBN News, "Exército não é policia", o que obtemos ao empregar as forças armadas como resposta aos problemas de segurança pública nos estados, é simplesmente um alto custo orçamentário, desgaste desnecessário das tropas e um sub-emprego da mesma, o que não trás uma solução real a questão, mas apenas um paliativo, é como fazer um curativo nos pés e continuar andando descalço em meios a cacos de vidros.

Se faz necessário a adoção da rigidez nas penas, precisamos parar de "poupar os lobos", dar menos espaço aos ditos direitos humanos e dar espaço para o direito do cidadão de bem, o qual hoje não goza de liberdade e segurança, as quais são responsabilidade do estado brasileiro prover. É preciso investir em investigação, investir em inteligência e atuar de maneira preventiva e não apenas reativa, é preciso desmantelar as redes que alimentam o crime organizado, e para isso é preciso ter disposição e moral para passar a navalha na carne, identificar e punir políticos e servidores públicos envolvidos com o crime, é responder a altura os ataques a nossa sociedade e não baixar a cabeça aos que defendem as ditas "vítimas da sociedade", pois a vítima somos nós, e não o indivíduo que assalta, mata, trafica e estupra, estes são nossos inimigos e devem ser tratados como tal, "Inimigos da sociedade", devendo pagar por seus crimes de maneira exemplar, sem direitos a reduções de pena, visitas íntimas ou indultos... Se estão presos é por que fizeram por merecer, quer direitos? Respeite as leis e o próximo.

Por Angelo Nicolaci - Jornalista, editor do GBN News, graduando em Relações Internacionais pela UCAM, especialista em geopolítica do oriente médio e leste europeu, especialista em assuntos de defesa e segurança.


GBN News - A informação começa aqui






Share this article :

1 comentários:

  1. Na minha primeira visao, vejo o EB cumplice desses governos Corrupto de cabo a rabo. Para mim Comunismo e Roubo destroi o Brasil. A partir de 1964 qualquer pessoas que andam armado ( nas comunidades e nas cidades) Sao guerrilheiros sim e terroristas. Juizes,Presidentes,Empresarios ,Banqueiros e todos os seguimentos das roubalheiras. Para mim e a mesma coisa. Destroi o Brasil e ainda mata com as canetas a maioria da populacao . Onde esta o Patriotismo do EB? Ou EB prefere dividir os brasileiros?

    ResponderExcluir

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger