segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Reino Unido antecipa lançamento de seu segundo NAe o HMS Prince of Wales

Segundo informações recentes, o segundo porta-aviões da classe Queen Elizabeth, pertencente a Royal Navy, foi oficialmente lançado na última quinta-feira, 21 de dezembro, alcançando um importante marco para o programa de construção da nova classe de navios aeródromos do Reino Unido.

O HMS Prince of Wales , originalmente tinha sido programado para ser lançado em 2018, porém o mesmo teve antecipado seu cronograma, com uma cerimônia realizada nas instalações da BAE Systems na Escócia.

O HMS Prince of Wales após ser lançado foi conduzido para o berço de montagem nas docas de Rosyth. Movimentado em uma delicada operação durante a noite.
O navio aeródromo com deslocamento de 65.000 toneladas e gêmeo do recém-comissionado HMS Queen Elizabeth, os quais apesar das críticas envolvendo seu custo de construção e operação, irão conferir maior capacidade a esquadra inglesa.
O próximo marco será a montagem dos sistemas do navio antes de iniciar suas provas de mar no próximo ano.
O Ministro Harriett Baldwin disse: "Este é um momento importante no programa para construção desses dois magníficos navios."

Image SYSTEMS

"Gostaria de agradecer as 10 mil pessoas do Reino Unido que nos ajudaram a fazer esse progresso durante 2017 tanto na HMS Queen Elizabeth quanto no HMS Prince of Wales".
Tripulação e engenheiros acompanharam o processo, enquanto uma flotilha de rebocadores movia o gigante ao seu novo ancoradouro.
"Para mim, ver a água cercar o navio realmente fez transformar um navio em construção para um navio se preparando para ganhar o mar", disse Freddie Spreckley, que acabou de se juntar ao como engenheiro do navio depois de completar seu Treinamento profissional no HMS Sultan em Gosport.
"Eu tive o privilégio de ser uma das últimas pessoas a caminhar debaixo do navio antes que as esclusas fossem abertas e inundassem o cais.
"Foi muito emocionante, uma oportunidade única na vida, estar envolvido com este marco da engenharia, um momento histórico para a Royal Navy".
Cap. Ian Groom, o oficial de bordo sênior do porta aviões, disse que o esforço feito pelas equipes da indústria, do Ministério da Defesa e do estaleiro do navio para chegar a esse ponto tinham sido "imensos".
Ele continuou: "Foi um enorme esforço de equipe e estou orgulhoso de cada contribuição individual.
"É um fim apropriado para o Ano da Marinha que comissionou o HMS Queen Elizabeth e agora vê o HMS Prince of Wales lançado e flutuando pela primeira vez.

Image copyrig

"Como o segundo da sua classe, o HMS Prince of Wales é de importância estratégica, garantindo a capacidade de ataque á Royal Navy, Trabalhando como uma equipe, estamos entregando um sinal inconfundível de compromisso com a defesa de nossa grande nação e a de nossos aliados".
O HMS Prince of Wales é 3.000 toneladas mais pesado do que seu irmão no mesmo estágio, como o segundo navio da classe, a construção e a preparação foram realizados com mais rapidez graças às lições aprendidas construindo o HMS Queen Elizabeth.
Originalmente planejado para 2018, o "lançamento" do porta aviões ocorreu antes do cronograma e apenas três meses depois que o navio foi oficialmente nomeado pela Duquesa de Rothesay, como a duquesa de Cornwall é intitulada na Escócia.
O próximo estágio de construção será os testes com a ignição dos geradores e das turbinas a gás, trazendo o navio à vida, o que deve ocorrer até meados de 2018, seguido das provas de mar em 2019.

GBN News - A informação começa aqui
com agências de notícias
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger