segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Vinte dias de buscas, Marinha continua com esforços para localizar piloto e aeronave

Aeronave acidentada no momento da entrega após modernização pela Embraer
Após vinte dias de buscas intensas, Marinha do Brasil segue sem saber paradeiro do aviador naval e sua aeronave desaparecidos desde o último dia 26 de julho. As buscas prosseguem ininterruptamente, contando com diversos meios empregados nas operações de busca e resgate.

Recentemente, a Petrobras enviou um navio especializado afim de auxiliar nos esforços de busca ao AF-1B (A-4KU) e seu piloto, o "Fugro Aquarius" possui modernos equipamentos que vão auxiliar a vasculhar a zona de buscas afim de encontrar os destroços da aeronave, essa embarcação que é uma das mais modernas em operação no país, tem como especialidade a operação de veículos submarinos ROVs. 

Diante do cenário que se desenha até aqui é factível crermos que o piloto infelizmente não conseguiu abandonar a aeronave antes da colisão com o mar, o que nos leva a crer que possivelmente tenha vindo a óbito no impacto, porém, nos cabe aguardar que os destroços da aeronave sejam localizados e içados para que sejam feitas as investigações que irão definir as causas do acidente.

Até o momento só foram localizados os pneus do trem de pouso principal, esperamos que logo as equipes possam localizar a aeronave e seu piloto afim de oferecer respostas não só as investigações em andamento, mas principalmente aos familiares e amigos do militar desaparecido que ainda nutrem esperanças.

Mantemos nossa cobertura em contato direto com o CCS da Marinha do Brasil e agradecemos a todos os envolvidos nas buscas por seus esforços.

GBN seu canal de informação e notícias 

0 comentários:

Postar um comentário