terça-feira, 23 de agosto de 2016

Marinha prosseguirá indefinidamente nas buscas ao AF-1B e seu piloto

Chegando á quase um mês desde que o caça naval AF-1B (A-4KU) Skyhawk da Marinha do Brasil caiu no mar em Saquarema, após colidir com outra aeronave durante exercícios de rotina em 26 de julho. A Marinha do Brasil continua com esforços de busca e resgate ininterruptamente, mantendo os meios necessários a localização e resgate do piloto e sua aeronave na zona de buscas.

As esperanças de encontrar o Capitão de Corveta Igor com vida se findaram com o passar de tantos dias desde o ocorrido, o que corrobora para a hipótese de que o piloto não tenha conseguido ejetar de sua aeronave após a colisão, tendo provavelmente o mesmo tendo ficado preso ao cockpit da aeronave após o impacto da mesma contra o mar.

Desde que se iniciaram as operações de busca, só foram localizados os dois pneus do trem de pouso principal da aeronave, sendo localizados na Praia de Monte Alto, em Arraial do Cabo e outro na Praia do Peró em Cabo Frio. Diversos meios são empregados nas operações de busca, dentre estes encontram-se os mais avançados meios disponíveis no inventário da Marinha do Brasil, com seus navios K-11 "Felinto Perry", especializado em resgate submarino, e o H-39 "Vital de Oliveira" um navio de pesquisa hidroceanográfico com modernos recursos. Ainda se somaram aos esforços de busca o navio "Fugro Aquarius", que foi cedido pela Petrobras afim de auxiliar nas buscas, sendo um navio especializado em operações com ROV´s. Recentemente a Marinha contou com a ajuda de um pesqueiro, que lançou sua rede de arrasto afim de tentar "pescar" partes da aeronave desaparecida no fundo do mar.

É angustiante ver os dias se passando e não obtermos nenhum resultado, mesmo com tantos meios e homens empenhados em localizar a aeronave e principalmente seu piloto. A sensação que toma a todos é de imensa frustração, porém não há sinais de esmorecimento nas equipes de buscas que prosseguem incessantemente com as buscas. A Marinha do Brasil não apresentou nenhum prazo para encerramento das operações, o que nos leva a crer que irá continuar as buscas até que nosso aviador seja localizado e entregue a sua família, para que receba uma despedida digna e toda honra merecida á nossos heróis.

Nós do GBN continuaremos acompanhando a operação de busca e pedimos a Deus que logo seja localizado nosso aviador naval.

GBN seu canal de informação e notícias

1 comentários:

Porque não chamam os EUA, com suas tecnologia de ponta, mini submarinos
com visão a laser, sonares de plasma hibridos e quanticos, fotos de satelites que rasteiam o fundo do mar..entre outros

Postar um comentário