segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Embraer anuncia programa de demissões voluntárias

A Embraer comunicou aos empregados nesta segunda-feira (8) que vai abrir um Programa de Demissão Voluntária (PDV) no Brasil. A medida, motivada pela crise, faz parte de um pacote ações que a fabricante de aeronaves vai adotar para reduzir em cerca de US$ 200 milhões ao ano as despesas da companhia.
No último trimestre, a Embraer sofreu prejuízo de R$ 337,3 milhões, revertendo resultado positivo, de R$ 399,6 milhões obtido no mesmo período do ano passado. A companhia também cortou estimativas para entregas de aviões executivos e comerciais.
Com isso, a projeção de receitas líquidas neste ano teve queda para o intervalo de US$ 1,6 bilhão a US$ 1,75 bilhão ante previsão anterior de US$ 1,75 bilhão a US$ 1,9 bilhão. Nos últimos seis meses, o consumo de caixa da companhia foi de US$ 600 milhões.
"O cenário nos negócios em que atuamos tem se mostrado cada vez mais desafiador, principalmente para os próximos anos, com demanda global em declínio, acirramento da competição, além de instabilidades econômicas e políticas em mercados importantes", diz trecho do comunicado divulgado aos trabalhadores.
A empresa é uma das maiores empregadoras de São José dos Campos, com cerca de 13 mil trabalhadores. Nas fábricas e subsidiárias, como a Eleb, que mantém no Brasil e no exterior são cerca 19 mil empregados - mais de 90% deles atuam no Brasil nas unidades de São José, Taubaté, Sorocaba, Botucatu e Gavião Peixoto - todas em São Paulo.
A Embraer tem ainda uma unidade na Flórida (EUA). O PDV não será aberto apenas aos trabalhadores desta unidade.
Negociação

Os moldes do PDV vão ser discutidos com o Sindicato dos Metalúrgicos, que representa os trabalhadores, e devem ser divulgados nas próximas semanas. A Embraer vai discutir com a entidade a meta de dispensas, benefícios e prazos do processo.

O sindicato informou que uma reunião foi marcada para essa quarta (10) com a empresa e que vai questionar a abertura do PDV. "O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos não apoia o PDV ou qualquer outra medida que penalize os trabalhadores", diz a nota da entidade.
O sindicato considera que o valor projetado para corte das despesas é o mesmo de uma possível multa referente a um caso de propina investigado pelo Ministério Público Federal do Rio de Janeiro (MPF) e denunciado em 2010 pelo Departamento de Justiça do governo dos Estados Unidos.
Um depoimento de um gerente da companhia revelou que a cúpula da empresa teria autorizado o pagamento de propina a uma autoridade da República Dominicana para garantir a venda de oito aviões Super Tucano ao país. A empresa nega a relação entre a redução de despesas e a multa.
Pacote
No pacote de medidas contra a crise, a Embraer anunciou a revisão do plano anual para os próximos anos em que prevê readequação da estrutura administrativa e operacional e redução de custos em todas unidades da empresa no mundo.

"Todos os investimentos serão com base no orçamento disponível, que priorizará a geração de receitas e de caixa, necessários para as entregas dos próximos anos e também para o desenvolvimento dos programas-chave da empresa", diz outro trecho da nota. A Embraer tem atualmente uma receita de US$ 4 bilhões em caixa.
As medidas detalhadas serão comunicadas aos trabalhadores quando forem definidas pela empresa.

Fonte: G1 notícias

0 comentários:

Postar um comentário