sexta-feira, 1 de junho de 2018

Índia negocia compra de S-400 apesar da pressão dos EUA

Apesar da pressão de Washington sobre a Índia, Nova Deli decidiu prosseguir com o acordo bilionário para compra do sistema de defesa aérea russo S-400. Os Estados Unidos argumentaram que a compra pode afetar as relações entre os EUA e a Índia .

O acordo estimado em cerca de 5,5 bilhões de dólares, esta sendo encaminhado pelo Ministério da Defesa da Índia ao Comitê de Gabinete do governo para aprovar a compra de cinco sistemas de defesa aérea S-400 Triumf, finalizando o acordo.

Os EUA se mostraram contrários ao acordo, tentando persuadir os indianos a abandonar o acordo, os norte americanos alegaram que uma maior aproximação entre a Índia e a Rússia no campo de defesa, pode pôr em risco suas relações com os EUA.

Mac Thornberry, declarou que "a aquisição dessa tecnologia limitará o grau com que os Estados Unidos se sentirão à vontade para oferecer tecnologia adicional para qualquer país de que estejamos negociando".

A Índia optou por seguir na aquisição dos sistemas em face da ameaça representada pela crescente capacidade de seus vizinhos China e Paquistão, o que levou o país a escolher o acordo com a Rússia, destacando a necessidade de contar com uma defesa aérea eficaz.

A decisão da Índia de seguir com a aquisição do sistema S-400, pode comprometer as negociações que envolvem a aquisição de drones Predator e do sistema de defesa antimísseis Patriot dos EUA. 

De acordo com a OTAN, o S-400 Triumf é o sistema de defesa aérea mais avançado da Rússia, com capacidades únicas e incomparáveis. Capaz de disparar três tipos de mísseis criando uma defesa em camadas, o S-400 integra um radar multifuncional, sistemas de detecção e direcionamento autônomos, lançadores de mísseis e postos de comando. Ele pode derrubar aeronaves e mísseis no raio de até 400 km.

A Rússia é um forte parceiro da Índia no campo de defesa. sendo o maior fornecedor de armas para o país, representando 62% das vendas de armas para Índia nos últimos cinco anos.

A Índia não é o único país que vem enfrentando fortes pressões de Washington. Os EUA têm sido muito explícitos em suas críticas á Turquia e seu acordo com a Rússia para compra do sistema S-400 pelo membro da OTAN.

Washington já advertiu Ancara que a compra "pode ​​levar a sanções" contra o país. Legisladores norte-americanos apresentaram um projeto que praticamente proibiria a entrega dos caças F-35 á Turquia como forma de punição por sua "hostilidade". Os EUA também criticaram Ancara pelo anúncio de que haveria resposta no caso de Washington não entregar os F-35.

GBN News - A informação começa aqui
com agências
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger