sexta-feira, 26 de março de 2010

Na Líbia, chanceler iraquiano abandona reunião da Liga Árabe


Hoshyar Zebari, chanceler do Iraque, abandonou uma reunião ministerial da Liga Árabe na tarde desta quinta-feira, na Líbia, em protesto às declarações do ditador líbio Muammar Gaddafi, que manifestou apoio aos seguidores do ex-ditador iraquiano Saddam Hussein.

De acordo com membros das delegações presentes, Zebari saiu irritado da sala de reunião após comunicar a seus colegas árabes que seu governo estava "furioso" com os comentários de Gaddafi solicitando apoio aos seguidores de Saddam, durante um encontro na Líbia semana passada.

O grupo incluiu 29 comandantes iraquianos do Exército durante a era de Saddam.

A aproximação foi condenada pelo porta-voz do governo do Iraque, Ali al Dabbagh, e classificada como contrária à diplomacia, e um insulto ao povo iraquiano.

Na visão do governo atual, qualquer contato entre outros países e os seguidores de Saddam podem servir como ameaça à legitimidade do direito da maioria xiita de governar o país como o grupo político dominante.

Quase todos os seguidores de Saddam são sunitas, rivais da maioria que atualmente ocupa o poder.

Após uma mediação dos ministros de Relações Exteriores do Bahrein e do Kuait, Zebari voltou à sala de discussões da Liga Árabe, informaram membros das delegações presentes.

Fonte: Associated Press

Nota do Blog: Estas questões étnicas como já expressei em um artigo aqui do blog, são o principal fator que impossibilita a pacificação do Iraque, uma vez que a minoria sunita governou por décadas com mão de ferro e hoje que governa é a maioria xiita, não há possibilidade próxima de uma real democracia naquele país.
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger