quinta-feira, 25 de março de 2010

Irã pede ao Ocidente ação prática contra


O governo iraniano pediu nesta quinta-feira ao Ocidente uma ação prática e não teatral a respeito de Israel, pelos recentes anúncios do aumento da colonização em território ocupado em Jerusalém Oriental, informou a agência de notícias iraniana Isna.

"As ações do Ocidente devem deixar de ser teatrais, devem ser práticas", declarou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Ramin Mehmanparast. "O Ocidente deve deter o terrorismo sionista de Estado tomando decisões sérias",

O Irã é considerado o maior inimigo de Israel. Seu presidente, o ultraconservador Mahmoud Ahmadinejad, dá declarações insistentes contra a existência do Estado e já chegou a ameaçar destruir o país.

Israel é um dos maiores defensores de uma quarta rodada de sanções do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) contra o Irã, pelos recentes avanços em seu programa nuclear controverso. O Ocidente acusa Terrã de manter o programa com fins militares, acusação que o governo iraniano nega.

Mehmanparast afirmou ainda que as recentes declarações do primeiro-ministro de Israel, Binyamin Netanyahu, de que as exigências palestinas de congelar a colonização judaica em Jerusalém não são razoáveis, são "próprias das práticas de agressão e ocupação dos dirigentes do regime sionista".

Os palestinos exigem um congelamento total dos territórios ocupados na faixa de Gaza e Jerusalém Oriental. Em resposta, Netanyahu já advertiu que aceitar estes termos para reativar as negociações no formato mediado pelos EUA, de conversas indiretas, poderia prolongar os esforços de paz por mais um ano.

Israel considera Jerusalém sua capital "única e indivisível", enquanto a comunidade internacional considera ilegais todos os assentamentos judaicos na parte oriental da cidade.

Fonte: France Presse
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger