terça-feira, 21 de agosto de 2018

F-5 Tiger II? Não, "Kowsar" iraniano

Parece brincadeira, mas não é. O Irã apresentou nesta terça-feira (21), o primeiro caça completamente desenvolvido e produzido no país, porém, para surpresa de todos, o novo caça mais parece uma cópia do norte americano Northrop F-5 F Tiger, aeronave desenvolvida e produzida pelos EUA nos anos 60, a qual inclusive ainda opera aqui no Brasil, com a versão modernizada F-5EM e F-5FM, a segunda sendo a versão biposto do caça.

A apresentação do "Kowsar" se deu durante um desfile militar em Teerã, em meio a crescentes tensões com os Estados Unidos e Israel.

Alegadamente sendo um caça 100% iraniano, foi anunciado que a nova aeronave esta equipada com radares polivalentes, tendo completado uma série de provas de voo. O "Kowsar" realizará um voo público nesta quarta-feira (22), segundo a agência Tasnim.

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, compareceu a cerimônia em Teerã, onde as aeronave foi apresentada oficialmente como sendo a primeira aeronave de combate projetada e fabricada no país, sendo fruto de um grande esforço de vários especialistas e setores da indústria persa.

Segundo foi anunciado, o caça possui uma arquitetura altamente integrada e conta com sistema de controle de fogo baseado em redes de dados digitais de quarta geração. Ainda segundo as informações disponibilizadas, este caça é capaz de integrar vários armamentos, sendo capaz de cumprir um variado leque de missões de curto alcance.

Na opinião de nosso editor, Angelo Nicolaci, o "novo" caça iraniano não passa do resultado da engenharia reversa realizada sobre os caças ocidentais que ainda operam no país, os quais o Irã possui desde a década de 70, sendo oriundos da aquisição junto aos EUA quando o país ainda possuía laços com os norte americanos, antes da derrubada do Xá Reza Pahlavi. 

"Não deixa de ser considerada uma conquista para um país que encontra-se diante de sérias sanções e dificuldades para obter sistemas modernos, mas esta aeronave não representa uma potencial ameaça para seus vizinhos, especialmente para Israel, que possui uma poderosa força aérea e sistemas de defesa aérea." disse Nicolaci, continuando, "Essa apresentação só vem a corroborar ainda mais para nossa percepção em relação ao hipotético caça de quinta geração anunciado, que diferente dos chineses, os iranianos ainda estão anos luz de chegar próximo até mesmo de ser capazes de desenvolver um caça de  4ªG+, apesar de ter apresentado um mock-up de um hipotético projeto de 5ªG. A atual apresentação do novo caça como sendo o "estado da arte" da industria de defesa daquele país, joga um verdadeiro balde de água gelada sobre aqueles que especulam que o país teria qualquer capacidade de criar uma aeronave moderna, o que mostra o quão distantes estão disso".


GBN News - A informação começa aqui
Share this article :

4 comentários:

  1. Existe algum registro desta aeronave voando?

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Sim, não há grande espaço interno para combustível... por mais que tenham rearranjado/reprojetado (o que duvido) não conseguiriam fazer milagre. A distancia dos "hard points" até o solo também algo que limita muito o tipo de armamento empregado.

      Excluir
  3. Bom estado da arte acho que é muito!porém, se eu tiver algo nas minhas mãos que funcionou bem por mais de 40 anos e tenho a possibilidade de reconstruir com tecnologia atual, o resultado pode parecer com o antigo mas o desempenho será bem melhor. O Porche era um Fusca melhorado!

    ResponderExcluir

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger