sexta-feira, 10 de março de 2017

Ameaça terrorista leva Alemães a desligar usinas nucleares e interceptam aeronave comercial

Cinco usinas nucleares na Alemanha foram desligadas após uma aeronave comercial da Air India perder contato de rádio sobre o espaço aéreo alemão.

O voo AI-171 da Air India, com 231 passageiros e 18 tripulantes a bordo, que partiu de Ahmedabad com destino a Londres, perdeu contato de rádio com controle de tráfego aéreo enquanto sobrevoava o espaço aéreo alemão, por 22 minutos a aeronave perdeu contato com o controle de trafego nesta sexta (10).

A perda de comunicação com a aeronave levou ao estado de alerta contra ameaça terrorista, resultando na imediata decolagem de duas aeronaves de combate Eurofighter Typhoon alemães que foram direcionados para a interceptação e escolta do voo AI-171, segundo informações veiculadas pelo Spiegel .

Seguindo  todas as medidas de "pré-alarme" contra ameaças terroristas na Alemanha, as aeronaves Eurofighter Typhoon da Luftwaffe  permanecem de prontidão 24 horas, ao ser dado o alerta duas aeronaves decolam para avaliar se a aeronave em questão é uma possível ameaça no espaço aéreo do país.

Com a perda de contato com o voo da Air India por 22 minutos, várias usinas nucleares foram temporariamente desligadas seguindo o plano de emergências que prevê tal ato no caso de qualquer aeronave suspeita sobrevoando os arredores das instalações. As fábricas de energia em Brunsbuttel, Brokdorf, Lingen, Unterweser e Grohnde no norte da Alemanha foram afetadas pelo alerta.

No entanto, o Ministério do Meio Ambiente da Alemanha informou que a usina nuclear de Grohnde já havia sido desligada para passar por uma inspeção.

De acordo com uma breve declaração da Air India, o vôo AI171 perdeu o contato no espaço aéreo húngaro devido à "flutuação de freqüência" do rádio . O avião aterrissou com segurança e nenhuma ameaça terrorista foi relatada após o dramático susto ao ter a aeronave interceptada por aeronaves de combate da Luftwaffe.

A Alemanha e a França estão enfrentando um grande desafio para garantir a segurança contra as ameaças terroristas, tendo em vistas os diversos atos ocorridos recentemente e varias tentativas frustradas de ações de grupos terroristas, que vem usando a grande entrada de refugiados nos estado europeus para inserir jihadistas com intenções de conduzir ataques contra estas nações.

GBN seu canal de informação e notícias
com agências 

0 comentários:

Postar um comentário