quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Marinha russa receberá navio de assalto anfíbio Ivan Gren

O navio de assalto anfíbio do projeto 11711, Ivan Gren, será entregue à Marinha russa o mais tardar em novembro, disse nesta quarta-feira (25) o presidente da Federação Russa de Construção de Navios, Alexei Rakhmanov.

"Talvez isso aconteça antes de novembro, porque um problema bastante complexo surgiu, no qual o trabalho está atualmente em andamento, e nós seremos capazes de terminar este trabalho", disse Rakhmanov.

A coisa mais importante agora é que os cientistas devem confirmar a exatidão dos cálculos de modo que "nós não tenhamos que atrasa-lo outra vez" subseqüentemente, ele disse.

"Infelizmente, o Ivan Gren teve um história difícil: o navio está em construção há quase 14 anos, e nenhuma empresa dentro da United Ship-Building Corporation começou a construí-lo, e durante este tempo os requisitos técnicos para o navio mudaram três vezes ", disse Rakhmanov.

O navio de assalto anfíbio do projeto 11711, Ivan Gren, foi iniciado no Estaleiro Yantar em Kaliningrado em dezembro de 2004 e lançado em maio de 2012.

O navio começou a ser submetido a testes de mar em junho de 2016. Por ordem do Ministério da Defesa da Rússia, o Estaleiro Yantar vai construir outro navio desta classe, o Pyotr Morgunov, que deverá ser entregue à Marinha em 2018.

Os navios do Projeto 11711 são projetados para desembarcar fuzileiros em uma área costeira dominada pelo inimigo e transportar militares e equipamentos de combate. O navio pode transportar 13 MBTs ou 36 veículos blindados de transporte de pessoal, e também até 300 fuzileiros navais. O navio de assalto anfíbio Ivan Gren está armado com três sistemas de artilharia de 30 milímetros de seis tubos e dois helicópteros de combate e transporte Kamov Ka-29.

O navio tem um deslocamento de 5.000 toneladas, um comprimento de 120 metros, uma largura de 16,5 metros, uma velocidade de 18 nós e uma autonomia de 30 dias em operação.


GBN seu canal de informação e notícias
com agências


0 comentários:

Postar um comentário