terça-feira, 28 de julho de 2015

Brasil: Compra do Gripen NG pode ser cancelada

A compra do novo caça para Força Aérea Brasileira pode ficar apenas no papel e mais uma vez ser adiada e reaberta a concorrência para a aquisição do novo caça.

Após anos de atraso, o governo brasileiro optou pela aquisição do caça sueco SAAB Gripen NG, durante anos o caça concorreu com caças como o Dassault Rafale francês e o norte-americano Boeing F/A- 18 Super Hornet, sendo estes os 3 finalistas de um longo processo. Mas nos últimos meses o governo brasileiro vem tentando reduzir a taxa de juros sobre o contrato assinado com a empresa suéca, afim de dar prosseguimento no processo de aquisição das novas aeronaves.

Tal atitude do governo brasileiro levou ao envio de uma missão sueca que desembarcou em Brasília para reuniões no Ministério da Fazenda e no Itamaraty para a última tentativa de fazer o governo brasileiro honrar o que foi acordado sobre as taxas de juros da compra 36 caças Gripen NG. Joaquim Levy vem tentando renegociar a compra alegando dificuldades econômicas por parte do governo brasileiro.


Os suecos estão à beira de desistir do negócio de 5,4 bilhões de dólares, o que pode deixar uma lacuna enorme nas capacidades da Força Aérea Brasileira, que vem operando aeronaves F-5 em rodízio ate a chegada de um novo caça para assumir a função de defesa aérea, deixada vaga com a aposentadoria do caças Mirage 2000.
A luz vermelha ja esta acesa, principalmente após o cancelamento do arrendamento de caças Gripen C/D como caça tampão enquanto não entra em operação os novos Gripen NG, servindo ainda como plataforma de conversão dos pilotos da FAB para a nova aeronave brasileira.
Cabe agora acompanharmos o decorrer dos fatos e torcer para que não termine mais uma vez em pizza a compra de um novo e moderno vetor tão necessário a Força Aérea Brasileira.

Por: Angelo Nicolaci do GBN - GeoPolítica Brasil

0 comentários:

Postar um comentário