sexta-feira, 20 de maio de 2011

Reino Unido anuncia planos para futuro Submarino de Dissuasão Nuclear


O secretário da Defesa britânico, Liam Fox, anunciou na última quarta-feira que a aprovação foi dada para a primeira fase do projeto do novo submarino de dissuasão nuclear do Reino Unido. Os submarinos, que irão substituir a atual classe Vanguard serão alimentados por um novo sistema de propulsão nuclear conhecido como Reator 3 á água pressurizada. Isso vai proporcionar uma capacidade e maior eficiência, além de duradouro e mais eficaz.

Fox disse: "A contínua dissuasão do mar é a derradeira garantia de nossa segurança nacional e nos últimos 42 anos, a Royal Navy operou no patrulhamento contínuo para garantir isso. Nós não sabemos como o ambiente internacional vai mudar nos próximos 50 anos e não podemos descartar a possibilidade de que uma ameaça nuclear direta ao Reino Unido possa surgir. Isso simplesmente não é o momento certo para deixar unilateralmente essa capacidade. Este programa de grande importância nacional também vai garantir o futuro de um dos principais setores da indústria na Grã-Bretanha".

A aprovação desta fase inicial do projeto garante que, enquanto a principal decisão para a construção dos submarinos não seja tomada até 2016, o trabalho mais detalhado será realizado e a demandam de longo prazo para os ordenados de forma que o primeiro submarino será entregue em 2028.

O diretor do MOD Submarinos, Contra-Almirante Simon Lister, disse: "Enquanto a água pressurizada do reator utilizada nos nossos submarinos existentes é um sistema robusto e altamente controlado que atende às nossas rigorosas normas de segurança, a nova água pressurizada do Reator 3 irá enpregar novas melhorias, tais como a facilidade de operação e custos mais baixos durante a sua vida prolongada.

Milhares de empregos serão garantidos em todo o país, como resultado de contratos do novo submarino de dissuasão nuclear. Sob esta próxima fase, os contratos são susceptíveis a custos na casa de 3 bilhões de libras. Globalmente, estima-se que os submarinos serão estimados entre 11 e 14 bilhões de Libras, como previsto no Livro Branco de 2006.

Como parte de estudo de custos realizado juntamente com a Defesa Estratégica e Avaliação de Segurança, concluiu-se que a MOD pode demonstrar seu compromisso com o desarmamento, reduzindo o número de ogivas e de mísseis em nossos submarinos e este trabalho já está em andamento.

O Governo está empenhado em manter uma dissuasão nuclear mínima confiável e a política continua a ter como base o sistema de lançamento de mísseis Trident, um elemento dissuasor nuclear mínimo e permanente, sendo a dissuasão do mar ideal para o Reino Unido.

O Acordo dentro do governo reflete o desejo dos Liberais Democratas para criar alternativas. Por isso, o secretário de Defesa também anunciou o início de um estudo a ser realizado pelo Gabinete do Governo e supervisionada pelo Ministro de Estado para as Forças Armadas para analisar os custos, viabilidade e credibilidade dos sistemas alternativos.

Fonte: Defense & Professional
Tradução e Adaptação: Angelo D. Nicolaci
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger