domingo, 15 de abril de 2018

EA-6B "Prowler" - Um veterano mostra seu valor no ataque à Síria

Na última sexta-feira (13) os EUA e seus aliados lançaram um ataque contra supostas instalações de armas químicas do governo sírio, ataque que deu imensa repercussão em todo o mundo, literalmente se tornando o centro das discussões em redes sociais e fóruns de defesa e geopolítica. 

Apesar do ataque envolver avançados meios norte americanos, uma presença foi marcante e pouco divulgada pelos canais de informações e notícias, em meio aos principais meios operacionais estava um veterano que apesar de ter sido anunciada sua substituição pelos "mais" modernos F/A-18G "Growler", estamos falando do magnífico Grumman EA-6B "Prowler", aeronave que esta em operação nos EUA desde julho de 1971, sendo uma variante do bombardeiro subsônico A-6 Intruder, e a primeira aeronave especializada e dedicada a missão de guerra eletrônica. Tendo participado da "Guerra do Golfo" e os principais conflitos.

O EA-6B Prowler teve papel fundamental no emprego dos bombardeiros B-1B "Lancer" durante o ataque contra os alvos sírios neste fim de semana, tendo sido destacado um único EA-6B para acompanhar os "Lancer", tendo sido incumbidos de suprimir as defesas aéreas da Rússia na região, assim como prover proteção as aeronaves reabastecedoras empregadas na missão.

Um EA-6B Prowler voa ao lado do substituto F/A-18G Growler
A participação do "Prowler" no pacote é um fato notável, já que a aeronave foi oficialmente aposentada pela US Navy há cerca de três anos. dando lugar aos mais avançados EA-18G Growler, mas ainda se mostra um meio indispensável para determinados perfis de missão, tendo sido mantido um número reduzido destas maquinas em operação com o USMC, o qual deverá manter o mesmo em seu inventário pelo menos até 2020.

Sendo o emprego do EA-6B uma demonstração do seu valor estratégico apesar de passados mais de 40 anos de operação do modelo, tendo em vista que o mesmo foi responsável pela escolta dos B-1B que lançaram pela primeira vez em combate os modernos mísseis JASSM-ER.

Esta não é a primeira vez que uma vetusta aeronave que encontra-se em fim de carreira, prova que apesar da avançada idade de seu projeto, a mesma se mostra ainda muito eficiente.

Apesar de nenhuma aeronave ter penetrado no espaço aéreo sírio, tendo sido empregada massivamente armas stand-off e mísseis de cruzeiro, há de se observar uma viagem no tempo ao vermos o "Prowler" atuando como escolta dos B-1B atacantes e as defesas sírias compostas basicamente pelas mesmas ameaças que foram a razão da concepção dos EA-6B, embora não tenham se confrontado nesta arena, os sistemas sírios mostraram também que apesar de sua avançada idade ainda se mostram um ameaça respeitável. Uma clara demonstração que a idade dos sistemas de defesa nada tem haver com suas capacidades de emprego.


GBN News - A informação começa aqui
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger