terça-feira, 13 de dezembro de 2016

FAB transporta vítimas de acidente aéreo para o Brasil

A Força Aérea Brasileira (FAB) vai fazer o translado de vítimas do acidente com o avião que transportava o time da Chapecoense, em Medellin, na Colômbia. A determinação do ministro da Defesa, Raul Jungmann, é para que o radialista Rafael Hensel e o jogador Alan Ruschel sejam levados até Chapecó (SC). 
A operação se enquadra no Termo de Execução Descentralizada (TED), assinado com o Ministério da Saúde no âmbito do transporte de órgãos, e que agora permite também transporte de enfermos.
A aeronave decola de Medellin ainda na manhã desta terça-feira (13). A previsão é de que o avião da FAB chegue por volta das 21h em Chapecó (SC).
A aeronave será adaptada para o transporte de duas UTIs móveis, com acompanhamento de médicos da Chapecoense e da FAB, especializados em transporte aeromédico.
O goleiro Jackson Ragnar Follman, que teve parte da perna amputada, será levado para São Paulo em jatinho de uma operadora de plano de saúde. Enquanto isso, o zagueiro Hélio Zampier Neto permanece internado na Colômbia. Neto será trazido para o Brasil quando receber alta médica.
Acidente aéreo
Os quatro são sobreviventes do acidente aéreo que matou 71 pessoas, entre jogadores da Chapecoense, dirigentes do clube catarinense, e jornalistas, no final do mês passado.
Eles estavam no avião da empresa Lamia que saiu de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, para o Aeroporto Internacional José María Córdova, de Medellin. A poucos quilômetros do pouso, a aeronave caiu provocando uma das maiores tragédias da aviação internacional. 

Fonte: Portal Brasil via Notimp

0 comentários:

Postar um comentário