sábado, 30 de março de 2019

Turquia e Moscou negociam cronograma de entrega do sistema S-400

O acordo entre a Turquia e a Rússia sobre os sistemas de mísseis de defesa aérea S-400 continua em vigor, Moscou e Ancara estão negociando o cronograma de entrega, segundo afirmou o ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu nesta sexta-feira (29).

"O contrato com a Rússia sobre a aquisição do S-400 continua em vigor e esse sistema defensivo será entregue à Turquia. Agora as conversas sobre esta questão estão em andamento", disse o chanceler turco.

"Não vamos vender os S-400 para terceiros. Não precisamos disso, pois estamos adquirindo-os para nossas próprias necessidades", disse Cavusoglu, respondendo à pergunta correspondente de um jornalista sobre a possibilidade da Turquia vender o sistema à outro país.

Como disse o ministro das Relações Exteriores da Turquia, os aliados da Turquia na OTAN não ofereceram condições adequadas para a entrega de sistemas semelhantes, enquanto Ancara realizou negociações e chegou a um acordo com Moscou.

Foi relatado em novembro de 2016 que a Turquia estava negociando com a Rússia a compra de sistemas de mísseis de defesa aérea S-400. A assinatura do contrato foi confirmada pelo lado russo em 12 de setembro de 2017 e o presidente turco, Tayyip Erdogan, anunciou na época que a Turquia já havia feito um pagamento adiantado sob o contrato.

Em meados de junho de 2018, uma fonte nos círculos militares e diplomáticos disse que a Russia deverá completar a produção deste sistema S-400 em maio de 2019 para sua entrega à Turquia.

O ministro da Defesa turco, Hulusi Akar, disse no início de março que o processo de implantação do avançado sistema S-400 na Turquia começaria em outubro e que a Força Aérea estudava as áreas onde seria melhor implantá-las.

O S-400 Triumf é o sistema de mísseis de defesa aérea de longo alcance mais avançado da atualidade, tendo entrado em serviço na Rússia em 2007. Foi projetado para destruir mísseis de aeronaves, cruzeiros e balísticos, incluindo mísseis de médio alcance, e também pode ser usado contra instalações, podendo atingir alvos a uma distância de 400 km e a uma altitude de até 30 km.

GBN News - A informação começa aqui
com agência



Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger