quinta-feira, 21 de maio de 2020

EXCLUSIVO! - IMPRESSIONANTE RELATO DE MISSÕES REAIS DURANTE A GUERRA DAS MALVINAS


Durante a Guerra das Malvinas, muitas das aeronaves argentinas que partiam do continente em direção às ilhas precisavam ser guiadas por outras aeronaves equipadas com sistemas de navegação mais precisos e confiáveis. Em muitas dessas missões, quando servia no Grupo I Fotográfico e no Esquadrão Fênix, o Sr. Victor Hugo Martinón, então Suboficial Auxiliar e fotógrafo-navegador em aeronaves Learjet 35A da Força Aérea Argentina (FAA) participou, e hoje, 38 anos após aqueles dias difíceis de 1982, ele partilha conosco um pouco do que viveu, com texto e imagens de duas dessas perigosas missões de guiagem, uma exclusividade para o GBN Defense.


dia 21 de maio de 1982: MIssão "CUECA"

“Ordem Fragmentária Nº. 2143: Aeronave Learjet LR-35A T-23, aeronave de dotação da II Missão da Brigada Aérea do Paraná, Entre Ríos: Diversão e orientação da seção de aeronaves MV (IAI) Dagger, indicativo CUECA (Capitão Horacio MIR GONZALEZ, Primeiro-Tenente Héctor LUNA e Tenente Juan Domingo BERNHARDT). Como resultado de falha técnica do líder da seção LIBRA (Capitão Amílcar CIMATTI) a aeronave Dagger C-414 do Capitão Higino ROBLES se junta ao esquadrão CUECA. Tripulação: Comandante da Aeronave Capitão Nicolás BENZA, Copiloto: Capitão Carlos RONCONI e Mecânico de Aeronaves Cabo Primero Juan MOTHE. Decolou do aeródromo de Río Grande às 13h50; sob o controle do radar de Río Grande, ele guiou o esquadrão CUECA de aeronaves MV Dagger na aproximação para as Ilhas Falklands, depois retornando ao aeródromo de partida às 15h40.”


Dagger C-418 Capitão Horácio Mir GONZALES E Dagger C-436 Tenente Juan Domingo BERNHARDT


AERONAVE MV DAGGER C-409 Primeiro-Tenente Héctor LUNA


NOTA: A missão de indicativo "CUECA" tinha como objetivo atacar os navios da Marinha Real situadas na Baía de San Carlos, que havia sido invadida pelos ingleses na noite anterior. Recebeu a companhia do Capitão Higino ROBLES, pilotando o MV (IAI) Dagger C-414, que iria decolar para outra missão, mas o líder teve problemas de motor e abortou. Foram interceptados por Sea Harriers, com o Tenente Luna sendo atingido por um AIM-9L Sidewinder, mas ejetando com segurança. Os outros três pilotos atacaram o "HMS Ardent" e atingiram o navio com tiros de 30 mm e duas bombas de 450 kg na popa antes de retornar em segurança à base. 

O helicóptero Sea Lynx da fragata foi destruído e o navio, atacado por outras aeronaves argentinas, foi abandonado pela tripulação e acabou afundando na manhã do dia seguinte. O Tenente Bernhardt foi abatido por um SAM Rapier e morto no dia 29 de maio, pilotando o mesmo C-436. Os outros pilotos sobreviveram à guerra.


dia 25 de maio de 1982: MIssão "puma"

“Ordem Fragmentária Desconhecida: Aeronave Learjet LR-35A T-22, aeronave de dotação da II Brigada Aérea Paraná, Entre Ríos. Missão: Diversão e orientação da seção de aeronaves MV (IAI) Dagger indicativo PUMA. Tripulação: Comandante da Aeronave Capitão Juan MARTINEZ VILLADA, Copiloto Tenente Eduardo CASADO e Mecânico de Aeronaves Cabo Primero Alejandro LOPEZ. Ele decolou do aeroporto de Río Grande às 13h30, sobrevoou áreas adjacentes às Ilhas Falklands, pousou no mesmo ponto de partida às 14h40.”


AERONAVE MV DAGGER C-414 Capitão Higinio ROBLES


AERONAVE MV DAGGER C-431 Primeiro-Tenente Jorge RATTI



NOTA: O dia 25 de maio é a Data Magna da Argentina, Nesse dia os argentinos lançaram furiosos ataques aéreos contra os navios ingleses ainda situados na Baía de San Carlos. Sobre a missão de indicativo “Puma” não foram encontradas informações sobre a mesma, provavelmente possa ter sido uma missão abortada ou sem ter encontrado alvos significativos, já que os pilotos argentinos tinham poucos minutos sobre as Malvinas, pois o IAI Dagger não possuía capacidade de reabastecer em voo (REVO) e logo retornavam ao continente. Quanto aos pilotos, ambos sobreviveram à guerra.



FOTOS: Gentilmente cedidas pelo Sr. Victor Hugo Martinón.

FOTO DE CAPA: A fragata HMS Ardent afundando após os ataques argentinos do dia 21 de maio de 1982.




______________________________


Por Luiz Reis, Professor de História da Rede Oficial de Ensino do Estado do Ceará e da Prefeitura de Fortaleza, Historiador Militar, entusiasta da Aviação Civil e Militar, fotógrafo amador. Brasiliense com alma paulista, reside em Fortaleza-CE. Luiz colaborou com o Canal Arte da Guerra e o Blog Velho General e atua esporadicamente nos blogs da Trilogia Forças de Defesa, também fazendo parte da equipe de articulistas do GBN Defense. Presta consultoria sobre História da Aviação, Aviação Militar e Comercial. Contato: lcareis@gmail.com



GBN Defense – A informação começa aqui

Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN Defense - A informação começa aqui Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger