quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Sistema "Avangard" deverá atingir status operacional em 2019

O primeiro regimento armado com o sistema "Avangard", que conta com um míssil balístico intercontinental (ICBM) e um veículo hipersônico, estará totalmente implantado até o final de 2019.

"O período programado para colocar o regimento plenamente operacional é o final de 2019. Inicialmente, o regimento contará com pelo menos dois sistemas, mas eventualmente seu número aumentará afim de atingir sua dotação orgânica de seis unidades", disse uma fonte.

Como o Ministério da Defesa da Rússia declarou oficialmente, os primeiros sistemas de mísseis hipersônicos "Avangard" serão colocados em combate na Divisão de Mísseis localizada na região de Orenburg, no sul dos Urais.

De acordo com uma fonte ouvida pela agência Tass, o sistema hipersônico Avangard deve entrar em serviço no final de 2018 e início de 2019.

Em conformidade com o procedimento estabelecido, espera-se que um lançamento de controle do veículo lançador, o míssil UR-100N UTTKh, seja realizado antes que o sistema hipersônico seja aceito. No entanto, considerando os lançamentos anteriores bem-sucedidos do veículo e a existência do confiável e já testado míssil, possivelmente nenhum lançamento será conduzido ", disse a fonte.

O Avangard é um sistema estratégico de mísseis balísticos intercontinentais equipado com um veículo hipersônico.De acordo com fontes abertas, a arma 'inovadora' foi desenvolvida e testada a partir de 2004. O veículo é capaz de voar a velocidade hipersônica nas camadas densas da atmosfera, manobrando por sua trajetória de voo e sua altitude supera o envelope de engajamento de qualquer defesa antimísseis em operação no mundo.

A nova arma foi revelada pelo presidente Vladimir Putin em seu discurso no dia 1 de março. Mais tarde, o líder russo disse que o sistema Avangard já está em processo de produção, já tendo entrado em produção seriada e em 2019 segundo o cronograma deverão ser entregues para as Forças Armadas.

O UR-100N UTTKh (SS-19 Stiletto) é um upgrade nos mísseis UR-100 desenvolvido pela União Soviética na década de 1960 pelo Design Bureau-52 liderado por Vladimir Chelomei, tendo entrado em serviço no ano de 1980. Atualmente, a Força de Mísseis Estratégicos da Rússia opera 30 mísseis deste tipo baseados em silos.

GBN News - A informação começa aqui
com agências



Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger