quarta-feira, 28 de junho de 2017

Comandante francês usava AlphaJet para fins pessoais e será investigado

O ministro da Defesa francês, Florence Parly, ordenou um inquérito sobre o uso de uma aeronave militar depois que surgiram relatórios de que um comandante da força aérea usava rotineiramente uma aeronave de ataque e treinamento Alpha Jet para voar para casa.
Richard Reboul, formalmente o segundo em comando na Força Aérea Francesa que atuou como comandante interino desde maio, enfrentará uma ação disciplinar severa se o relatório publicado pela revista satírica francesa Canard Enchaîné na quarta-feira (21) revelar-se preciso.

A revista alega que Reboul usou um avião de ataque AlphaJet e uma aeronave de treinamento avançado uma dúzia de vezes desde agosto do ano passado para viajar de uma escola de voo localizada em Bordéus no sul da França onde esta localizada uma importante base aérea para Salon-de-Provence. O general teria "alugado" a aeronave de treinamento para fins completamente estranhos ao seu trabalho, ou seja, passar um fim de semana em sua propriedade em Salon-de-Provence e depois voltar.

Além disso, Reboul alegou ter conseguido uma aeronave de transporte militar para seis passageiros junto com seu piloto e copiloto para atender suas necessidades pessoais, não especificando no relatório.

No final da terça-feira (27), o Ministério da Defesa francês emitiu uma declaração dizendo que o recém-nomeado Ministro das Forças Armadas, Parly, encarregou os inspetores-gerais das forças armadas de examinar os relatórios e "verificar as circunstâncias de uso no Caso", disse o Le Monde, citando o ministério.

Ele ainda advertiu sobre potenciais repercussões para o general se os fatos publicados pelo Canard Enchaîné encontrarem evidências.

"À luz das conclusões do relatório, o ministro irá tirar as medidas necessárias, incluindo as disciplinares, se o mau uso dos meios for comprovado" , acrescenta o comunicado.

Reboul foi nomeado como o segundo comandante da Força Aérea Francesa em setembro de 2016. No mês passado, ele assumiu os deveres do ex-comandante geral da Força Aérea Francesa, Serge Soulet, depois que ele faleceu em 21 de maio.

GBN seu canal de informação e notícias
com agências

0 comentários:

Postar um comentário