terça-feira, 27 de junho de 2017

Classe Yasen - A espinha dorsal da dissuasão nuclear na moderna marinha russa

Previsto pelo plano de rearmamento da Marinha da Russia, ate 2020 a mesma devera receber seis exemplares do submarino nuclear do Projeto 855 "Classe Yasen", tratando-se do mais moderno submarino em operação naquela marinha.

Os submarinos da "Classe Yasen", contam com oito lançadores verticais de misseis de cruzeiro, alem de contar com dez tubos de torpedo, sendo considerado um dos mais silenciosos submarinos em operação, apresenta uma grande capacidade de ataque, onde e capaz de atacar múltiplos alvos, quer sejam navais, aéreos ou mesmo terrestres. O Projeto 855 classificado como submarino de 4ª geração. Com 139 metros de comprimento, 13 metros de boca, podendo deslocar 13,8 ton submerso a uma velocidade de ate 31 nós, atinge a cota máxima de mergulho de 600 metros. Mas não se trata de um projeto recente, tendo o mesmo tido seu desenvolvimento iniciado em 1990, ainda sob a URSS, sob comando do designer Vladimir Popov, tendo sido baseado em outros dois projetos soviéticos de submarinos nucleares, o Projeto 705 "Lira" e o Projeto 971 "Shchuka-B". Porem, como todos conhecem bem a historia, com a queda da URSS na década de 90, grande parte dos programas militares foram cancelados ou engavetados, principalmente apos a grave crise que se abateu sobre os estados que faziam parte do bloco, com a Russia assumindo grande parte do patrimônio soviético e mantendo alguns projetos e programas hibernando ate que se estabiliza-se e encontra-se momento favorável politico-econômico para se retomar tais programas. Um deste foi o Projeto de submarinos 855 "Classe Yasen".

Os submarinos da "Classe Yasen" tem autonomia de operar por 100 dias ininterruptos, contando com uma tripulação que pode variar entre 85 e 90 homens. O "Yasen" esta equipado com um reator nuclear que alimenta uma turbina a vapor de eixo único com uma potencia máxima de 43.000 hp. O reator refrigerado a água OK-650V tem uma capacidade térmica de 190 MW, porem, os futuros submarinos do Projeto 885M serão equipados com uma unidade capaz de gerar 200 MW.

Contando com um moderno arsenal que já demonstrou sua capacidade ao lançar ataques contra alvos em solo na Síria, o "Yasen" esta armado com oito silos verticais capazes de lanças mísseis de cruzeiro Oniks e Kalibr, eventualmente podem ser armados com os novos mísseis de cruzeiro Kh-101 e Kh-102, possuem dez tubos para lançamento de torpedos de 533 mm, podendo transportar ate 30 torpedos cada, dentre esses torpedos pode operar torpedos de águas profundas.

O primeiro submarino da "Classe Yasen" a ser lançado, foi o K-560 "Severodvinsk", lançado em 15 de junho de 2010 e entregue à Marinha Russa para avaliação operacional em 30 de dezembro de 2013, apos cumprir todos ensaios entrou em operação na frota do norte em 17 de junho de 2014.

Os demais submarinos desta classe estão em fase de avaliação ou sendo construídos sob um novo projeto denominado Projeto 885M "Classe Yasen-M". Esses novos submarinos receberão novos equipamentos e sistemas eletrônicos no "estado da arte", apresentando uma forma otimizada do casco e a atualização de sistemas de guerra e automação eletrônica, o que em resumo devera tirar todo o atraso tecnológico representado pelos anos de atraso na construção dos mesmo em relação ao projeto original da década de 90.

O Ministério da Defesa da Rússia e o Estaleiro Sevmash assinaram um contrato em 6 de dezembro de 2005,  onde esta prevista a construção de cinco submarinos da "Classe Yasen-M".

Em acordo com este contrato, o Estaleiro Sevmash lançou o segundo submarino "Yasen", já sendo da variante "M", o K-561 "Kazan", no dia 24 de julho de 2009, concluindo sua construção, encontra-se realizando as "provas de mar" desde 31 de março de 2017, tendo prevista sua entrega à Marinha russa em 2018.

O terceiro submarino, o K-573 "Novosibirsk", foi lançado em 26 de julho de 2013 e está programado para ser entregue à Marinha em dezembro de 2019.

O quarto submarino, o K-571 "Krasnoyarsk", foi lançado em 27 de julho de 2014 e deverá ser entregue à Marinha em dezembro de 2020.

O quinto submarino, o K-564 "Arkhangelsk",foi lançado em 19 de março de 2015 e deverá ser entregue à Marinha em dezembro de 2021.

O sexto submarino ainda a receber sua designação, foi lançado em 29 de julho de 2016 e deverá ser entregue à Marinha em dezembro de 2022.

Os modernos "Yasen" deverão  substituir os submarinos de ataque da era soviética das classes Akula e Oscar, provavelmente tendo mais encomendas apos a conclusão deste primeiro lote de 6 submarinos. 

Os submarinos da "Classe Yasen" deverão cumprir múltiplas missões, como combater submarinos e navios de superfície, lançar ataques a bases navais, portos, forças-tarefa navais e outros alvos distintos como visto no caso do conflito sírio, sendo um formidável e temível oponente no cenário de combate moderno.


GBN seu canal de informação e noticias

0 comentários:

Postar um comentário