segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Novos detalhes sobre o destacamento dos Su-57 na Síria

Após muitas especulações sobre a presença dos Sukhoi Su-57 "PAK-FA" destacados na Síria, surgem novos dados sobre o real motivo da implantação dos caças no teatro sírio. Segundo informações obtidas pela mídia especializada em Moscou, os novos caças de quinta geração passarão por intensas avaliações de suas capacidades de guerra eletrônica e radar.

As quatro aeronaves que surpreenderam os analistas ao pousar na base aérea russa de Khmeimim na Síria, foi objeto de muito debate nas redes sociais, com a confirmação da presença se dando por imagens de satélites da inteligência israelense, uma vez que Moscou não deu qualquer declaração sobre a implantação dos Su-57 na Síria, o que levou a diversas teorias.

Segundo publicou o jornal russo Kommersant, as aeronaves foram deslocadas para Síria com fins de realizar avaliação em situação de combate similar a que ela poderá encontrar no futuro. Respondendo a dúvida de nossos leitores, segundo fontes internas da Sukhoi, o sistema de armas da aeronave já estaria operacional e inclusive teria sido testado em avaliações desde julho, sendo concluídas recentemente em sigilo na Rússia.  O foco agora será avaliar o comportamento dos sistemas de ECM e suas capacidades de guerra eletrônica,  também será dada importância na avaliação do seu sistema de radar.

O deslocamento das quatro aeronaves se deu em um momento sensível no conflito que se desenvolve no país árabe, menos de duas semanas após forças norte americanas terem lançado um pesado ataque contra forças do governo legítimo da Síria, o que resultou em centenas de baixas dentre as forças do exército de Assad, dentre as vítimas há relatos de que estavam consultores russos, apesar da negativa de Moscou em assumir que houvessem combatentes russos dentre as forças envolvidas no incidente.

Junto com os quatro Su-57, que chegaram em duplas, a Rússia enviou mais quatro aeronaves Su-35, outras quatro Su-30SM e uma aeronave de alerta aéreo antecipado e controle A-50U. O que indicam um aumento nas capacidades de resposta da Força Aérea Russa na Síria, embora neguem qualquer escalada.


GBN News - A informação começa aqui
com agências

Share this article :

1 comentários:

  1. A RÚSSIA SABE O QUE FAZ SEMPRE, BOM SER A SIM O SEGREDO SERA SEMPRE A PEÇA CHAVE.

    ResponderExcluir

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger