sábado, 3 de fevereiro de 2018

Colisão entre Gazelles na França deixa cinco mortos

Cinco pessoas morreram depois que dois helicópteros "Gazelle" de treinamento colidiram próximo á um lago no sul da França, segundo as autoridades francesas, esse um dos mais graves acidentes envolvendo as forças armadas do país nos últimos anos.

A colisão ocorreu perto do lago de Carces, a cerca de 50 quilômetros a noroeste da estância de Saint-Tropez, apenas alguns minutos após a decolagem às 8h30 desta sexta feira (2).

Haviam três pessoas a bordo de uma das aeronaves e duas no outra, todos vieram a óbito no acidente. As causas do acidente ainda não foram esclarecidas. A investigação do acidente será dificultada pela ausência dos gravadores de dados de voo nos helicópteros, a famosa "caixa preta",  o que ajudaria a descobrir o que aconteceu.

Os três instrutores envolvidos no exercício eram "experientes", assim como os dois estagiários que estavam com eles, os investigadores excluíram a possibilidade dos helicópteros terem atingido uma rede elétrica.

Um diretor da escola de treinamento de aeronaves leves da escola de treinamento de voo do exército francês (l'Ecole de l'Aviation Légère de l'Armée de Terre), onde os dois helicópteros Gazelle estavam baseados, disseram que os dois instrutores nos controles tinham entre 3.000 e 5.000 horas de voo no registro. Segundo o mesmo, o acidente poderia ter resultado de uma pane mecânica ou lapso de atenção de um dos pilotos.

As duas aeronaves foram localizadas a cerca de 600 metros de distância uma da outra. Uma caiu em uma estrada e a outra na floresta, disse um representante a imprensa durante uma coletiva que contou com a presença de Florence Parly, ministro da defesa francês.

Um helicóptero partiu no impacto, espalhando detritos em uma vasta área, enquanto o outro explodiu quando atingiu o solo.

O ministro da Defesa, Florence Parly, disse que era um dia de luto para todos na comunidade de defesa, que esta ao lado dos irmãos de armas, dos amigos e das famílias das vítimas.

O presidente Emmanuel Macron falou sobre o "compromisso desses oficiais que se preparavam para futuras missões".

Os helicópteros Gazelle franceses entraram em serviço na década de 70 e são usados ​​para ataques e reconhecimento leve, assim como para treinamento.

Mais de duas dúzias de Gazelles estão baseados na escola de treinamento de voo do exército francêsna base Cannet-des-Maures, ondem operam juntamente com os helicópteros Fennec e Puma.

O último grande acidente aéreo envolvendo as forças da França ocorreu em maio de 2016, quando um helicóptero policial caiu perto de Cauterets nas montanhas dos Pirineus, matando quatro a bordo. Uma investigação depois determinou que o acidente foi causado por um erro do piloto. 

Segundo o jornal francês Le Parisien, haveria uma sexta vítima a bordo dos helicópteros envolvidos no acidente, e que as buscas ao sexto desaparecido estariam em andamento.

As unidades de emergência e resgate foram encaminhadas para a região que fica a 50 quilômetros da cidade portuária de Saint-Tropez.

GBN News - A informação começa aqui
com agências
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger