sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Segurança pública em greve no Rio de Janeiro




Após uma semana de negociações e a tensão gerada pela prisão injustificável do Cabo-bombeiro Daciolo,  sem qualquer amparo legal foi detido e conduzido para Bangu I, um desrespeito a todas as normas da corporação, as lideranças dos movimentos da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, em conjunto com o Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil, realizaram nesta quinta (09) uma assembléia em plena Cinelândia, na frente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, onde milhares de policiais civis, militares e bombeiros se reuniram em uma manifestação ordeira para reivindicar por melhores salários e condições de trabalho.

Durante o início da noite o BOPE foi acionado para reprimir os manifestantes, ordem á qual a tropa se recusou a cumprir, resultando na detenção da tropa no batalhão. Durante o decorrer da manifestação chegaram informes de vários batalhões que haviam aderido ao movimento, dando força ao movimento.

O movimento ganhou ainda mais força após o impasse que se deu com a retenção pela Polícia Rodoviária de sete ônibus que conduziam manifestantes do interior do estado em direção a Cinelândia. Outra situação impensada do Governo do Estado que acirrou ainda mais o impasse foi a negativa de soltura do Cabo Daciolo, o que deixa mais do que claro tratar-se de uma prisão por motivos políticos, uma vez que o Cabo compõe a liderança do movimento.

Vários participantes do movimento discursaram no palanque montado nas escadarias da Câmara Municipal, dentre eles a Deputada Estadual Janira Rocha (PSOL), que defende as reinvindicações do movimento na ALERJ. Janira que foi acusada através de gravações divulgadas pela rede Globo de incitar a greve junto com o Cabo Daciolo. Em discurso ela se defendeu: "Eu tenho a liberdade de falar, pois vivemos em uma democracia. Nós estávamos discutindo sobre o momento do ponto de vista político. A presidente da República, Dilma Rousseff, fatalmente ligou para o governador Sérgio Cabral para debater sobre o assunto e falar sobre as perspectivas do governo. O mesmo direito que ela tem, eu tenho", argumentou.

Segundo a parlamentar, ela mantém "contatos regulares" com Daciolo desde o movimento grevista do Corpo de Bombeiros iniciado no segundo semestre do ano passado.

"A diferença é eu honro as minhas calças e assumo isso. Não há problema nenhum em discutir política seja com o Daciolo ou qualquer outro integrante do movimento", afirmou.


Também tiveram a palavra Líderes Sindicais e o Editor do GeoPolítica Brasil - Angelo D. Nicolaci. Em seu discurso, nosso editor defendeu o movimento e expressou seu apoio, diante de milhares presentes criticou a prisão do Cabo Daciolo: - " Bangu I não é lugar de bombeiro, é lugar de político corrupto e safado que rouba o nosso povo!!! Políciais Civis, Militares e Bombeiros do Rio de Janeiro, mais uma vez estamos aqui juntos na luta por seus direitos, assim como estive com vocês durante as operações na cruzeiro, alemão e rocinha, assim como estivemos juntos na ultima manifestação na ALERJ, estou aqui para dizer que vocês são heróis e homens de honra, a população fluminense estará sempre ao seu lado, até a vitória sempre, retroceder jamais!!! Hoje é um dia histórico em nossa cidade, pela primeira vez na história do Rio de Janeiro vemos a policia civil e militar unidas, junto aos bombeiros lutando por seus direitos. Nós do GeoPolítica Brasil, como também acredito que nossos leitores e toda a população deste estado estão com vocês nessa luta até o fim!!!"

Por volta das 23:30hrs os representantes de cada batalhão, grupamento e delegacia se reuniram para decidir ou não pela greve, em poucos minutos fora anunciada a greve geral da segurança pública no Rio de Janeiro, onde todo o efetivo se manterá aquartelado no aguardo do andamento das negociações com o governo do estado.

A presidente Dilma Roussef anunciou o envio da Força Nacional de Segurança para atender á segurança no Estado. Durante a tarde o Comando Militar do Leste informou estar mobilizando um efetivo com cerca de 14 mil homens, além do efetivo mobilizado pelo Corpo de Fuzileiros Navais com cerca de 3 mil homens.

A Policia Civil manterá apenas 30% do seu efetivo nas delegacias para cumprir o estatuto, porém só irão atender ocorrências emergenciais, tais como crimes em flagrante, remoção de cadáveres em casos de homicídio.

Segundo o presidente do SindPol, Carlos Gadelha, a greve foi um caminho inevitável, uma vez que o governo do estado ignorou a categoria em suas reivindicações.

Segundo o anuncio de greve,"qualquer ocorrência que ocorrer na cidade é de responsabilidade do exército e da Força Nacional de Segurança". Os policiais pedem a população que evitem sair nas ruas, pois o intuito do movimento ão é gerar pânico ou desordem, pois a greve não é contra a população, mas contra o governo que age com descaso em relação á segurança pública, assim como faz em relação á saúde e educação.

É uma vergonha vermos rios de dinheiro sendo investidos nos preparativos dos eventos da Copa do Mundo e Olimpíadas, enquanto as prioridades de nossa população são deixadas de lado. Esperamos que nossa população desperte e tome as rédeas em suas mãos, pois se eles estão no governo é graças a nossos votos, logo eles são nossos representantes e devemos cobra-los pelos nossos direitos. Afinal quem paga a conta é a população, precisamos aprender que político não nos fazem favores, apenas cumprem ou não suas obrigações, pois são nossos empregados e não o contrário.

Acorda Brasil!!!

Fonte: GeoPolítica Brasil
Fotos: Elis Brandão


Share this article :

7 comentários:

  1. Meu amigo Angelo, como sempre você nos surpreende com suas reportagens e atos, sinceramente estava sentindo falta das suas materias e seu patriotismo, olha confesso que pensei que tinha desistido do blog, mas graças a Deus me enganei, pois nosso país precisa de homens como você, parabéns e prossiga com seu trabalho, nós contamos com você.

    ResponderExcluir
  2. Quando o estado diz que não negocia c/ quem quer instaurar o caos e o medo se esquece de que ele mesmo é o causador disso, pois é o estado que mantem neste país uma política de bem estar social c/ investimento minimo nos serviços públicos. Srs: é o momento da sociedade brasileira despertare refletir p/ a nova realidade política onde os serviços públicos essenciais estão sendo sucateados de propósito p/ justificar a privatização e assim se instaurar a corrupção deslavada.
    Vejam os péssimos exemplos das O'S na educação e na saúde.

    ResponderExcluir
  3. Imaginem que muitos militares das forças armadas são filhos de militares dos CBMERJ,PMERJ e POLiCIAIS CIVIS enfim tudo isso é culpa do Congresso Nacional tiveram a chance de votarem e aprovarem a PEC 300 e não o fizeram. estamos juntos: PARA O ALTO E AVANTE !!

    ResponderExcluir
  4. Angelo obrigado pelo apoio companheiro,saiba que em nosso meio sempre terá amigos de verdade, pois é nos momentos de luta que vemos quem realmente esta a nosso lado, e nesse momento você esta ao nosso lado.

    Nós da Polícia Militar agradecemos ao seu apoio e a divulgação de nossa luta, porque a mídia só sabe tentar destruir a verdade com mentiras deslavadas, defendendo seus interesses mesquinhos e sempre manipulando nosso povo.

    Valeu Angelo!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Após a movimentação iniciada ontem com a união das forças da PM,Civil, Bombeiros e a população renasce a esperança de conseguirmos ter um pouco de dignidade para vivermos num país tão rico como o Brasil, porém totalmente hipócrita. Espero que todos os nossos heróis policias, bombeiros, professores e médicos sejam reconhecidos com o respeito que todos eles merecem.

    ResponderExcluir
  6. Faço minhas a palavras da Elis Brandão, afinal já é hora de darmos um basta nesta hipocrisia e lutarmos por nossos direitos, é hora de reaver os valores que há muito tem sido marginalizados numa tentativa de criar uma nação de "zumbis", uma política que visa degradar a sociedade para torná-la manobrável ao bel prazer e interesse de uma pequena classe "dominante", onde uma meia dúzia quer dominar toda a sociedade, onde a principal ferramenta para essa degradação tem sido o que eu classifico como o 4ºPoder (Mídia), é hora de despertar, abrir os olhos e ver o que nos cerca, colocar os pés no chão, arregaçar as mangas e ir a luta. Pois só unidos podemos vencer esta luta, mas esta luta começa dentro de nós mesmos, pois apartir dai podemos mudar nossos conceitos, nossa casa, nosso bairro e ai por diante. Até a vitória sempre, retroceder jamais!!!

    ResponderExcluir
  7. É isso ai!
    Vamos fazer essa reportagem circular o país e mostrar para todos os BRASILEIROS que não podemos desistir.
    Temos que lutar sempre!!!
    Ninguém quer o caos e se as autoridades também não quisessem não deixariam chegar no ponto que chegou.
    Quando se fala em reajustes para os deputados, prefeitos, tudo é resolvido facilmente, mas quando se trata daquela parte da sociedade que trabalha realmente a história é outra.

    ResponderExcluir

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger