terça-feira, 15 de maio de 2018

SAAB Aeronáutica Montagens - O GBN esteve na apresentação da SAM


No último dia 9 de maio, fomos convidados pela SAAB a conhecer as futuras instalações da SAAB Aeronáutica Montagens (SAM), a qual segue o previsto proposto no âmbito do programa FX-2, onde o caça sueco saiu vencedor do contrato para 36 aeronaves com transferência de tecnologia. Naquela ocasião, foi fechado com a prefeitura de São Bernardo do Campo, que a mesma receberia a instalação de uma unidade de produção de componentes da futura aeronave brasileira, tema que foi alvo de controvérsias e mesmo notícias infundadas, quando foram veiculadas pela grande mídia informações totalmente fora do contexto em que se encontrava o desenvolvimento do projeto da SAAB no Brasil, tendo sido o assunto abordado pelo GBN News, que buscou lançar luz sobre os fatos e trazer a veracidade dos fatos aos nossos leitores, "GRIPEN E/F BR - O GBN esclarece importantes pontos a respeito deste programa estratégico para o Brasil".

Na última quarta-feira, 9 de maio, estivemos presentes a um dos importantes marcos do programa desenvolvido entre a SAAB e as suas parceiras em um dos mais importantes programas estratégicos de defesa no Brasil. Literalmente estivemos no "chão de fábrica", onde nas instalações da futura fábrica de aeroestruturas da SAAB, serão produzidos seis segmentos dos caças Gripen E/F, ou F-39, como será denominado no Brasil. Contando com uma área de aproximadamente 5 mil m² na cidade de São Bernardo do Campo, em São Paulo, sendo lançado mais um importante alicerce rumo a produção no Brasil do moderno caça.


Durante a cerimônia, foram apresentados importantes dados sobre o desenvolvimento do Gripen E/F BR, onde de forma objetiva nos foram dadas importantes informações sobre o andamento do programa e a instalação da SAM, as quais serão objeto de futura matéria sobre o Gripen.


Mikael Franzén, chefe da unidade de negócios Gripen Brasil, fez uma apresentação onde frisou o compromisso da SAAB com a capacitação de seus parceiros no Brasil e a transferência de tecnologia ao nosso país: “Estamos transferindo conhecimento e capacidade de produção de aeroestruturas complexas para o Brasil, cumprindo nosso acordo de offset. A fábrica já está se estruturando para fazer parte de uma cadeia global de suprimentos da Saab para os mercados de aviação civil e de defesa”, tal fato mostra que o legado do Gripen, nos trará mais que apenas a produção de 36 caças para Força Aérea Brasileira, mas apresenta o Brasil como um importante parceiro na estratégia global dos suecos, nos levando á posição de fornecedores em sua cadeia global de serviços, representando ganho não apenas em expertise e capacidade técnica, mas retorno financeiro que tende a ganhar um maior volume com encomendas de segmentos civis e mesmo de defesa para atender a outros mercados que não apenas o brasileiro.

A SAM será responsável por produzir seis complexos segmentos para os caças Gripen: Cone de cauda, freios aerodinâmicos, o caixão das asas, a fuselagem traseira e a fuselagem dianteira para a versão monoposto e a versão biposto.

Na ocasião assistimos alguns vídeos muito interessantes, que nos deram uma visão maior do que será o programa Gripen BR, os quais em breve iremos compartilhar com nossos leitores.

A SAM esta sendo implantada em uma área já construída, a qual após um detalhado estudo realizado por uma comissão, identificou o imóvel, o qual apresenta infraestrutura adequada ao previsto para instalação da SAM, o que poupa precioso tempo para implantação e entrada em operação da unidade. 

“Este é o início da instalação da fábrica. Já estamos implementando o escritório, contratando pessoas e fornecedores. Até 2020 toda a estrutura fabril estará montada para dar início a fabricação dos componentes do Gripen” disse Marcelo Lima, diretor-geral da SAM. Inclusive os primeiros engenheiros que irão fazer parte do time de produção, já foram selecionados e estão recebendo treinamento na Suécia, onde irão contar com toda estrutura de apoio e ensino da SAAB, tendo inicialmente passado por um nivelamento junto a parceira AKAER.

  
A SAM vai começar as operações em 2020 com 55 funcionários, entre engenheiros e técnicos, que serão capacitados em Linköping, na Suécia, por até 24 meses a fim de receber todo o treinamento necessário para o processo de industrialização, qualificação e montagem de fuselagens complexas, específicas para a produção de um caça supersônico no Brasil. No auge do programa, a SAM deverá contar com cerca de 200 funcionários altamente capacitados, produzindo aeroestruturas que serão fornecidas para a montagem final dos caças Gripen BR.

A SAM tem sua estrutura financeira composta por uma sociedade entre a sueca SAAB e a brasileira AKAER, sendo a SAAB o sócio majoritário com 90% e a Akaer com 10%. A empresa brasileira de engenharia especializada no desenvolvimento de aeroestruturas, é parceira da Saab no desenvolvimento do Gripen desde 2009, quando foi contratada para desenvolver o projeto de segmentos da fuselagem do Gripen, antes mesmo da aeronave ter sido definida como vencedora do programa FX-2. Desde 2009 a Akaer já trabalhou mais de meio milhão de horas no Programa Gripen. O trabalho começou com o desenvolvimento de partes estruturais e engenharia, agora passa a atuar também na área de produção, segundo Mikael Franzén.
  
A nova unidade fabril terá uma nova filosofia de trabalho, onde será totalmente abolido o uso de papel, uma verdadeira inovação, dentre tantas outras que nos foram apresentadas.

Fora os dados específicos em relação a SAM, recebemos informações sobre o andamentos do programa, como a entrega e inicio da integração do WAD ao Gripen BR, sendo este um importante fato no desenvolvimento da versão brasileira que deverá voar no próximo ano.

Além de poder reencontrar grandes amigos da mídia especializada, como nosso grande amigo Roberto Caiafa da T&D e outros amigos, tivemos a oportunidade de reencontrar o ex-comandante da FAB, Brig. Juniti Saito, pessoa pela qual temos enorme respeito e admiração, como também amigos da ABIMDE e da própria SAAB.

Em breve traremos mais informações sobre o Gripen BR e o desenvolvimento deste importantíssimo programa, lançando mais uma vez luz sobre este que será o mais moderno caça da América Latina, projetando nossa indústria e capacidades de defesa ao século XXI.


Por Angelo Nicolaci - Jornalista, editor do GBN News, graduando em Relações Internacionais pela UCAM, especialista em geopolítica do oriente médio e leste europeu, especialista em assuntos de defesa e segurança.


GBN News - A informação começa aqui
Share this article :

1 comentários:

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger