sexta-feira, 18 de maio de 2018

Inteligência forense - Investimento de suma importância no Brasil

Muitos de nós já assistiu alguma das séries televisivas como CSI, Criminal Minds, Bones, dentre tantas outras famosas séries de TV que tem como enredo a investigação criminal amparada pela alta tecnologia forense. 

Muito da tecnologia apresentada na ficção, existe na realidade, porém, poucos países tem acesso a tais tecnologias. Dentre estes países com limitadas capacidades forenses esta o Brasil. Porém, a Cellebrite tem apresentado nos últimos anos, sistemas e softwares de alta tecnologia que tem mudado em parte a realidade forense brasileira. 

A importância da agilidade durante uma investigação é de suma importância, onde as equipes devem ter capacidades e ferramentas necessárias para se aprofundar em grandes volumes de dados heterogêneos, afim de obter respostas com rapidez e eficácia. O processo manual é demorado e dificulta a integração das equipes operado em áreas distantes entre si, atrasando a análise e troca de informações. E quando os investigadores e peritos não conseguem identificar as informações necessárias, eles passam para o caso seguinte. Indícios cruciais são deixados para trás.
Há pouco mais de dois anos, durante a LAAD 2016, tivemos o primeiro contato com sistema UFED Infield Kiosk, que tratava-se de uma plataforma móvel que permite extrair dados contidos em qualquer aparelho de telefonia celular, tablets, Smartphone, até mesmo aparelhos com chipsets chineses. Durante a recente edição da LAAD 2018, nos deparamos com mais uma nova tecnologia da empresa com fins de agilizar o processo de análise de dados obtidos através das extrações realizadas de dispositivos eletrônicos.

O Cellebrite Analytics Series automatiza as tarefas demoradas que impedem as equipes de obter informações de inteligência digital necessárias para resolver os crimes. Ele combina automaticamente grandes volumes de dados heterogêneos de dispositivos móveis, da nuvem, de computadores e de serviços de telecomunicações para que os usuários possam organizar, pesquisar, mapear, visualizar e gerenciar dados simultaneamente, identificando padrões, revelando conexões e descobrindo pistas com mais velocidade e maior precisão. 
São duas opções flexíveis, desenvolvidas para diversos ambientes de trabalho e funções investigativas: o Analytics Desktop, um aplicativo autônomo projetado para um único especialista forense trabalhando em casos individuais. E o Analytics Enterprise, que oferece suporte a um abrangente e colaborativo fluxo de trabalho de perícia digital em toda a organização, desde a decodificação e a indexação automática até a geração de relatórios e estudos analíticos por função.

É possivel analisar todo conteúdo enviado ou recebido pelas plataformas de onde foram extraídos os dados, mesmo após terem sido apagados, e a capacidade mais interessante que apresenta esse novo e inovador sistema, é a possibilidade de identificar pessoas em imagens de vídeo e fotos.

Tais capacidades conferem uma poderosa ferramente forense, capaz de analisar simultaneamente vários parâmetros e encaminhar os dados as equipes responsáveis pela investigação, sendo que a mesma pode estar alocada em cidades e até estados diferentes, possibilitando a inserção de dados e sua pesquisa por diversos sites diferentes. Assim podemos contar por exemplo, com uma força tarefa da Polícia Federal no Rio de Janeiro comparando informações obtidas em Brasília ou outros estados, com capacidade do sistema analisar inclusive as ligações entre determinados investigados, traçando elos de ligação entre criminosos distintos e tornando capaz identificar e desarticular esquemas e quadrilhas com mais rapidez e eficiência, obtendo de forma rápida e segura as provas necessárias para que a justiça faça cumprir o direito.

Tal tecnologia já esta entrando em operação no Brasil, embora a Cellebrite não possa nos informar devido ás cláusulas contratuais entre os órgãos de segurança e a empresa, mas é de conhecimento que tal tecnologia tem sido fundamental em importantes processos, como é o caso da "Lava Jato". 

Nós como brasileiros e contribuintes, gostaríamos de ver essa mesma tecnologia ser implantada em todo aparato de investigação, o que com certeza daria uma capacidade real de resposta a crescente criminalidade que toma nosso país de Norte e Sul. Lembrando que possuir e se valer da inteligência e suas tecnologias na atividade de segurança pública é primordial para o sucesso de uma política de segurança, pois não basta manter uma postura ostensiva e repressiva sem que haja a capacidade de identificar e neutralizar de maneira precisa a raiz do problema.

O Brasil esta muito atrasado em relação a polícia científica, e deveria neste momento parar e refletir seriamente sobre essa importante faceta da capacidade policial e mesmo judicial, pois não adianta prender o criminoso sem possuir as provas irrefutáveis que lhe garantirão uma pena condizente com seu crime, assim como não adianta mil policiais na rua sem saber quem são os criminosos que devem prender.

Em breve falaremos sobre outras ferramentas fundamentais para obtermos sucesso no combate ao crime organizado no Brasil.


GBN News - A informação começa aqui
Share this article :

0 comentários:

Postar um comentário

 

GBN News - GeoPolítica Brasil Copyright © 2012 Template Designed by BTDesigner · Powered by Blogger