terça-feira, 12 de novembro de 2013

Russos apresentam conceitos de futuros submarinos estratégicos e de ataque

 
A quinta geração de submarinos estratégicos e ataque da Rússia provavelmente será de propulsão convencional, mais compacto e menos " visível", segundo um designer do Rubin Design Bureau nesta segunda-feira (11).
 
Submarinos de propulsão nuclear de grande porte, incluindo os estratégicos da classe Typhoon da Rússia , até agora dominaram as tendências passadas e atuais na construção de submarinos de combate.
"Eu acredito que os submarinos futuros serão menores, por causa do uso de tecnologias mais avançadas, bem como a busca de produção mais rentável ", disse Sergei Sokhanov em uma entrevista exclusiva com a RIA Novosti.
" O submarino de quinta geração também será menos " visível " em comparação com os submarinos existentes. Eles também poderiam caracterizar uma nova usina , incluindo totalmente elétrico ", disse Sukhanov, acrescentando que as mudanças poderiam afetar outros subsistemas de submarinos futuros.
O designer disse que a substituição mais provável de um reator nuclear em submarinos estratégicos e de ataque seriam uma planta de propulsão independente do ar (AIPP) , o que os tornaria mais furtivos que os movidos a energia nuclear .
 
O AIPP permite que um submarino não nuclear possa operar sem a necessidade de usar o oxigênio atmosférico.
Enquanto o reator do submarino nuclear usa constantemente bomba de água , gerando uma certa quantidade de ruído detectável , submarinos não nucleares operam com bateria ou AIPP se tornando praticamente "silenciosos".
"A resistência dos submarinos com este tipo de propulsão deve ser suficiente para missões de patrulha ou interdição  por um mês ou até mais", disse Sukhanov .
Ele disse que a construção de submarinos de quinta geração na Rússia poderia começar nos próximos 10 a 15 anos.
A Marinha russa atualmente conta com submarinos de terceira geração, com subs de quarta geração do Projeto 955 classe Borey de submarinos estratégicos e Projeto 885 classe Yasen de ataque começando a ser introduzidos em serviço.
A Rússia está planejando construir oito submarinos da classe Borey e oito da classe Yasen até 2020. Eles são esperados para se tornar a espinha dorsal da frota de submarinos de propulsão nuclear do país por pelo menos duas décadas.
 
Fonte: GBN com agências de notícias

0 comentários:

Postar um comentário