quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Programa T-X: Mais um se retira da concorrência, agora restam dois

Após a Raytheon abandonar a italiana Leonardo na concorrência para fornecer novos treinadores á USAF, no que é considerado o maior contrato de defesa dos últimos anos, agora foi a vez da joint venture entre a Northrop Grumman e a BAE Systems de retirar a oferta para fornecer o novo caça de treinamento avançado na concorrência bilionária T-X.

Segundo foi anunciado pelo presidente-executivo da empresa norte americana, o programa T-X não esta dentro dos interesses da empresa e seus acionistas, o que levou a mesma a anunciar a desistência de apresentar uma proposta final ao programa T-X.

O Lockheed/KAI T-50A segue na disputa
Com a saída da Northrop/BAE, restam apenas dois candidatos na disputa pelo contrato para fornecer a nova geração de aeronaves avançadas de treinamento que virão a substituir os veteranos T-38C Talon, onde seguem na disputa a joint entre a Boeing e SAAB e na outra ponta a americana Lockheed Martin e a sul-coreana KAI. Onde a Boeing/SAAB vem apresentando uma aeronave projetada justamente para atender aos requisitos do programa T-X, enquanto a Lockheed/KAI oferece uma versão do já consolidado e testado T-50A Golden Eagle

O programa ainda esta aberto a novas propostas, porém, a Leonardo ainda não se pronunciou após a saída da Raytheon da parceria que visava oferecer uma versão do M-346 desenvolvido em parceria com a Raytheon denominado T-100, onde a italiana precisa estabelecer uma parceria com outra empresa americana afim de atender aos termos do programa. 

Boeing/SAAB TX disponta como favorito
Há especulações que diante da atual conjuntura, a aeronave proposta pela Boeing/SAAB sai com vantagem na disputa frente ao Lockheed/KAI T-50A. Vamos aguardar o caminhar do processo e em breve o anúncio da escolha do que será a nova aeronave de treinamento avançado da USAF.




GBN seu canal de informação e notícias
com agências

0 comentários:

Postar um comentário