sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Forças Armadas nas ruas - O que isso demonstra?

Nos últimos tempos tem sido comum vermos nossas forças armadas assumindo papel na segurança pública, cumprindo o papel que é das forças policiais civis e militares em diversos pontos do Brasil. Isso tem se tornado algo preocupante, de diversos pontos de vista, principalmente por não ser parte da missão constitucional das forças armadas o policiamento.

Nos últimos dias assistimos ao caos em que viveu o Espirito Santo quando seus policiais militares entraram em paralisação para reivindicar melhores salários e meios de trabalho, movimento que foi sucedido por uma intensa onda de crimes e saques em diversos pontos do estado, em especial na capital Vitória. Para retomar a ordem o governo federal teve de enviar tropas para realizar o trabalho que é cabível aos policiais militares e civis. Confesso que me espanta o número de crimes ocorridos em tão curto período, o que demonstra algo muito mais alarmante do que os baixos salários e falta de meios que são reivindicados pelos policiais militares do estado capixaba, a falta de policiamento demonstrou o baixíssimo nível que possui nossa sociedade, bastando uma paralisação do policiamento para eclodir uma enorme onda de crimes dos mais variados, fico por demais preocupado com a reação de nossa população, não há crise econômica que justifique a imensa onda de saques e assaltos, isso é falta de caráter, educação e principalmente falta de respeito a si próprio e aos demais que convivem em sociedade, é a decretação da perda dos valores e moral de nossa sociedade.

Até para resolver a crise prisional se solicitou a atuação do Exército Brasileiro, afim de realizar revista nos presídios.

No meio de todos esses problemas ainda constatamos outro grave problema, a falta de poder do estado brasileiro em suas mais variadas instâncias, e essa ruína de nosso governo vem de dentro para fora, quando assistimos a desvalorização do funcionalismo público e a falta de ética e bom senso dentro do governo e seus aparatos, onde há uma enorme contaminação de corrupção, falta de moral e principalmente respeito a constituição e aos direitos de toda uma nação, diante deste quadro, no meio do salseiro e do caos, a quem se convoca? O único bastião de moral e integridade que nos resta em uma sociedade falida de valores, as Forças Armadas Brasileiras, que constantemente vem cumprindo além de sua atribuição, e mesmo assim se vê relegada á último plano quando se trata de investimentos em capacitação e modernização de seus meios, com orçamentos escassos, cortes de verba e atrasos em seus programas, um verdadeiro drama que assistimos sem ter como prever os próximos capítulos.

A imagem de tropas nas ruas só vem a comprovar que nossa sociedade precisa de passar por uma verdadeira reforma, não apenas política, mas social, ética e moral, onde há de se recuperar os valores que há muito foram perdidos ante os modismos e influências de veículos e grupos que visam destruir os pilares de nossa sociedade, onde apenas nos restam as forças armadas como exemplo de integridade, moral, valores e civismo.

Por: Angelo Nicolaci: Editor do GBN News, Jornalista, graduando em Relações Internacionais pela UCAM, estudioso sobre segurança pública, defesa, especialista em geopolítica do Oriente Médio, Leste Europeu, Rússia e América do Sul.   

GBN seu Canal de informação e notícias

0 comentários:

Postar um comentário