quinta-feira, 5 de março de 2015

Rússia e BRICS irão resolver conflitos regionais


A Rússia, que preside o grupo BRICS, prestará maior atenção às questões de cooperação na resolução dos conflitos regionais no Oriente Médio e na África do Norte, declarou o enviado especial da chancelaria russa, Vadim Lukov.

O enviado especial do Ministério das Relações Exteriores russo e o coordenador do G20 e do grupo BRICS, Vadim Lukov, declarou que “para a Rússia, o primeiro alvo na esfera da política internacional será o uso do potencial do BRICS para intensificar a estabilidade estratégica, o regime de não-proliferação de armas de destruição em massa, a luta contra o terrorismo internacional e o reforço da segurança da informação internacional”.
“Importância especial será prestada para aumentar a cooperação no âmbito da resolução de conflitos regionais, em particular, para agendar uma consulta a nível de vice-chanceleres em todo o leque de questões do Oriente Médio e do Norte da África”, declarou Lukov.

O enviado da chancelaria também sublinhou que a orientação geral da Presidência da Rússia será dada à "cooperação prática com os países do BRICS."
Lukov também disse que vários países em desenvolvimento gostariam de entrar no BRICS. “Já existe uma lista dos que querem entrar no BRICS. Por razões claras eu não posso divulgá-la, mas acreditem na minha palavra que nesta lista há uma série de grandes Estados e países em desenvolvimento”.

O BRICS é um grupo de cinco países emergentes que inclui o Brasil, a Rússia, a Índia, o China e a África do Sul. A cidade russa de Ufa vai sediar neste verão a próxima cúpula do quinteto. A Rússia se tornou presidente do grupo para o ano em curso.

Fonte: Sputnik News

0 comentários:

Postar um comentário