quarta-feira, 3 de junho de 2015

Coreia do Sul testa míssil que pode atingir toda a Coreia do Norte

A Coreia do Sul testou nesta quarta-feira (3) o lançamento de um novo míssil balístico que pode atingir toda a Coreia do Norte, desenvolvido sob um novo acordo com os Estados Unidos que permite a Seul ampliar o alcance de suas armas para até 800 quilômetros, informou o gabinete da presidente.
A presidente Park Geun-hye fez uma rara visita a uma base de mísseis na costa para assistir ao lançamento do míssil guiado, que será parte essencial da defesa da Coreia do Sul contra a ameaça nuclear e bélica de seu vizinho do norte, de acordo com seu escritório.
"O teste mostrou melhoras na capacidade balística do míssil que pode atingir todas as partes da Coreia do Norte rapidamente, e com precisão, em caso de agressão armada ou provocação", informou a Casa Azul presidencial em comunicado.
O lançamento ocorreu um mês após o Norte informar que testou um míssil lançado de um submarino. Caso seja verdade, o comunicado aponta para o progresso das capacidades bélicas do Norte, embora alguns especialistas e líderes militares norte-americanos tenham questionado a autenticidade das informações.
O míssil sul-coreano é o primeiro desenvolvido sob novos acordos assinados com os Estados Unidos em 2012 para mais que dobrar o alcance dos mísseis, com objetivo de enfrentar sua desvantagem com capacidades de mísseis de Pyongyang.
O Norte desenvolveu um arsenal de mísseis de diversas capacidades e acredita-se que está desenvolvendo um míssil balístico intercontinental que tem objetivo de entregar armas nucleares.
Fonte: Reuters

0 comentários:

Postar um comentário